A super estrela de Barcelona, ​​Lionel Messi, admitiu que, apesar de ter uma vasta coleção de camisas de outros jogadores e de times diferentes, ele nunca pede para ninguém para trocar. O craque assumiu ainda que em toda sua carreira, ele apenas pediu para trocar uma vez, e já faz alguns anos. O jogador assumiu que pediu para trocar de camisa, admitindo ser esse um de seus maiores ídolos. O problema é que esse ídolo é do Real Madrid, o que poderia criar alguma polêmica.

Publicidade
Publicidade

Alheio a tudo isso, Messi não teve problema em se assumir como fã de Zinedine zidane.

Messi assumiu que um de seus ídolos foi Zinedine Zidane, que atuou no Real Madrid e é atualmente seu treinador. Na verdade, Zidane vem fazendo tanto sucesso como treinador, como fez quando jogava. Com duas Champions consecutivas, ele fez história e foi considerado o melhor treinador do mundo, nos últimos dois anos. Porém, foi enquanto ele jogava que ele contagiou a admiração de Lionel Messi.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Futebol

O astro argentino assumiu que em toda sua vida ele apenas pediu para trocar de camisa com Zidane. "Eu não sou de para pedir para trocar camisas", diz Messi, segundo a publicação digital espanhola Invictos. "Eu pedi, uma vez... pedi a Zidane", revelou o astro argentino.

Mesmo quando era mais jovem, e antes de ser unanimemente considerado como um dos melhores jogadores do mundo, Messi não se aproximava dos jogadores contra quem ele jogava, para pedir sua camisa.

Publicidade

Zidane, no entanto, parece ter sido sua única exceção à regra, e ele fez esse pedido após um encontro do El Clásico, entre Real Madrid e Barcelona.

Tendo estreado no primeiro time do Barça, 2004/05, a primeira temporada completa de Lionel Messi, entre os melhores, provou ser a última de Zidane no Real antes de sua aposentadoria, em 2006. Nesse ano, um muito jovem Lionel Messi já mostrava talento, e venceu sua timidez, para pedir a camisa de seu ídolo, Zidane, no rival de Madri.

Depois, Zidane, que foi um dos melhores do mundo, se aposentou, e Messi não voltou a parar qualquer jogador para pedir sua camisa, após os jogos. Pelo contrário, é ele quem é parado no final de cada jogo, com pedidos para trocas de camisa. Em algumas partidas, os jogadores até lhe pedem durante o encontro, temendo que algum colega se antecipe e eles percam assim a chance de ganhar a camisa do 'dez' do Barça.

Entre os pedidos mais surpreendentes, Messi revelou que a mítica estrela do Real Madrid, Guti, surpreendentemente pediu sua camisa tanto no Camp Nou quanto no Santiago Bernabeu.

Publicidade

"Guti veio e me pediu. Ele me pediu quando jogamos aqui (Camp Nou) e quando jogamos lá (Santiago Bernabeu). Em ambos os jogos", disse o argentino, uma informação que será inesperada para muitos torcedores. Afinal, Guti é um dos símbolos maiores do 'madridismo'.

Quando são vários jogadores pedindo por sua camisa, o que acontece várias vezes, Messi dá preferência para seus compatriotas da Argentina. "Eu não peço para trocar. Se houver um argentino, eu trocarei com um argentino", explicou o astro.

Publicidade

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo