O Palmeiras [VIDEO] já trabalha pensando em 2018. O ano de 2017 definitivamente não foi tão bom. A eliminação na Copa Libertadores [VIDEO] da América e a queda na Copa do Brasil tornaram o clube alviverde como um dos maiores fiascos da temporada. O motivo? A falta de planejamento, apontam torcedores.

Por meio das redes sociais, torcedores do #Palmeiras demonstram tristeza e preocupação. Um dos alvos da torcida é Alexandre Mattos, executivo de #Futebol, e o técnico Cuca. Mattos é acusado de não conseguir contratar jogadores para de fato atuarem no time titular. Uma das mágoas da torcida é a não contratação de Éverton Ribeiro, que fechou com o Flamengo.

Sobre Cuca, palmeirenses o criticam por ser teimoso no esquema tático adotado e por não tentar e dar mais chances para Miguel Borja, maior reforço do clube em 2017. Nos últimos dois jogos, Cuca colocou Borja no fim da partida e causou alvoroço entre os torcedores, que não o perdoaram.

Lista de dispensa na mão

Com elenco grande e inflado, o Palmeiras precisará se desfazer de alguns jogadores. Segundo o jornalista Benjamin Back, três atletas já estão na fila para deixar o Palmeiras em dezembro.

Egídio, lateral esquerdo que perdeu pênalti contra o Barcelona-EQU, deve voltar para o Cruzeiro. O clube paulista não quer mais seguir com o atleta e deverá comunicá-lo no final do ano.

Antônio Carlos, zagueiro que veio da Ponte Preta, não terá seu empréstimo renovado. O atleta teve poucas chances no time titular e não houve tempo hábil para avaliá-lo.

Em dezembro ele volta para Campinas, garantiu Back.

O volante Arouca, que ainda se recupera de lesão grave no tornozelo, não jogou em 2017 e nem deve jogar no Palmeiras em 2018. Com contrato findando só em dezembro do próximo ano, a diretoria vai repassar o jogador para outro clube e olhar de perto a recuperação. Se ele se sair bem e não se lesionar mais, pode voltar no meio da próxima temporada.

Cuca tem conversado diariamente com a diretoria para acertar o elenco para a próxima temporada. O treinador autorizou Maurício Galiotte, presidente do clube, a negociar ou envolver Borja em alguma negociação. O meia-atacante Yimmi Chará, de apenas 26 anos, pode chegar na troca com o colombiano. O jogador veste a camisa do Júnior Barranquilla e tem chamado a atenção da imprensa por sua desenvoltura em campo. Existe uma sondagem, mas não uma proposta. Ainda não é possível saber qual nível está a conversa. A Crefisa, atual patrocinadora, prometeu ajudar. #Mercado da bola