O sonho da Portuguesa em voltar a disputar uma divisão nacional segue vivo após o empate diante do Desportivo Brasil em 1 a 1, no estádio Novelli Júnior, em Itu, no interior de São Paulo, pelo jogo de volta das quartas de final da Copa Paulista. Como havia vencido o jogo de ida por 3 a 1, a Lusa garantiu classificação para as semifinais onde pegará a Ferroviária. Lembrando que o campeão pode escolher entre jogar a próxima edição da Série D do Campeonato Brasileiro ou a Copa do Brasil, enquanto que o vice fica com a opção preterida pelo adversário.

Como o time de Araraquara fez a melhor campanha ao longo de toda a competição, o primeiro jogo será em São Paulo e a partida decisiva na Fonte Luminosa. A outra semifinal será entre XV de Piracicaba e Inter de Limeira.

Precisando vencer por pelo menos dois gols de diferença para levar a decisão para as penalidades, o Desportivo abriu o placar logo aos cinco minutos de partida. Após cobrança de escanteio, o zagueiro Hélio subiu de cabeça, o goleiro da Portuguesa espalmou e a bola sobrou livre para Raul, que encheu o pé e estufou as redes.

Aos 21 minutos, o time de Porto Feliz quase ampliou com Léo Prado, que aproveitou a sobra da zaga e chutou para gol, mas parou no goleiro João Victor. Aos 32’, Pio levantou a bola na área, ninguém subiu, e quando parecia que a bola estava saindo, o zagueiro Hélio cabeceou para gol, mas novamente o goleiro da Portuguesa evitou o segundo gol do DB, Na sequência o meia Léo Prado arriscou de fora da área e deu trabalho para o goleiro lusitano, que se esticou todo para realizar a defesa.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
PaixãoPorFutebol

Na volta para os segundo tempo, a Portuguesa levou perigo com Marcelinho Paraíba, que cobrou com veneno o escanteio, mas viu a bola ser afastada por Carlinhos. Precisando do segundo gol, o técnico Mauricio Barbieri mexeu na equipe. Tirou Ingro e Léo Prado, e colocou Marquinhos e Dinelson respectivamente.

Dinelson, no entanto, teve pouco tempo para trabalhar, já que em dois lances, recebeu dois cartões amarelo e acabou sendo expulso aos 33 minutos da segunda etapa.

Aos 38 minutos, a Portuguesa teve a chance de empatar, mas parou na grande defesa do goleiro Gilberto, no rebote, Fernandinho acertou a trave. Depois da insistência, o gol de empate do time da capital saiu aos 44 minutos com o atacante Guilherme Queiroz, que deu números finais ao confronto e classificou a equipe do Canindé para as semifinais.

No início da próxima semana, a Federação Paulista realizará um congresso com os representantes dos quatro times classificados para definir as datas e os horários dos confrontos.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo