O tropeço desta quinta-feira (12), em Campinas, quando ficou no empate em 1 a 1 contra a Ponte Preta, pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro, não apenas pode ter complicado ainda mais as chances do Santos de seguir brigando pelo título, como também pode desfalcar o time nos jogos finais da competição. Já no final da partida, o atacante Bruno Henrique sentiu uma lesão na coxa e nesta sexta-feira (13) será melhor avaliado para saber quanto tempo ficará afastado dos gramados.

Ao final da partida, o jogador explicou que a lesão foi sentida em uma disputa de bola e espera que não seja nada grave. “Estiquei a perna demais e senti o músculo dar uma rasgada.

Agora esfriou e está doendo pouco mais. Vou fazer exame amanhã. Tomara que não seja nada”, contou.

Caso perca o jogador, o prejuízo para a equipe será grande, uma vez que Bruno Henrique vem se destacando na atual temporada. Artilheiro do time com 16 gols marcados, ele também se mostrou um ótimo garçom. O passe para o gol de empate de Ricardo Oliveira foi a décima assistência do jogador na temporada.

Ainda sem saber se poderá contar com Bruno Henrique, o Peixe volta a campo somente na próxima segunda-feira (16), quando recebe o Vitória, às 20 horas, no estádio do Pacaembu. Mesmo não vencendo a Ponte, o Santos segue isolado na vice-liderança com 48 pontos, dez a menos que o Corinthians. Já o Vitória, que foi batido em casa pelo Sport, é o 12º colocado com 32 pontos, porém apena um ponto acima do São Paulo, primeiro time dentro da zona de rebaixamento.

Os melhores vídeos do dia

De saída

Enquanto ainda vive o impasse de renovação de contrato com Lucas Lima e Ricardo Oliveira, pelo menos dois jogadores não seguirão no Peixe até a próxima temporada. O atacante Thiago Ribeiro não terá seu contrato, que vence em dezembro próximo, renovado e já foi liberado para achar outro clube. Quem também não deve ficar, é o volante Leandro Donizete, que vem sendo pouco aproveitado. No entanto, a saída dele será um pouco mais complicada, uma vez que seu contrato expira apenas em dezembro de 2018.

Outro que também já sabe que não ficará na Vila Belmiro é o atacante Kayke, cujo empréstimo junto ao Yokohama Marinos, do Japão. Para ficar com ele em definitivo, o alvinegro teria que desembolsar um milhão de dólares, valor considerado alto para um jogador que vem sendo pouco aproveitado e marcando poucos gols. Em 38 jogos pelo Santos, ele marcou apenas nove gols e ficou no banco na partida contra a Ponte.