Durante reunião ocorrida na Índia em Calcutá, representantes da Federação Internacional de Futebol [VIDEO] reconheceram como campeões do mundo os times que disputaram e ganharam o torneio entre 1960 e 2004, no modelo da época as duas melhores agremiações representavam seu continente, Europeu ou Sul- Americano e competiam pelo maior posto que um clube pode alcançar dentro do Futebol.

Até o ano de 1970, a final era composta por dois jogos, um na casa de cada time, em caso de empate, haveria uma terceira partida, isso chegou a acontecer quatro vezes, 61, 63, 64 e 67, nas duas últimas datas mencionadas ela aconteceu em território neutro.

Em 1973, o campeonato foi disputado em um jogo, entre Independiente e Juventus, com vitória do time argentino por 1x0, a partir de 1980 esta fórmula foi oficializada e vigorou até 2004, o Campeão da Libertadores [VIDEO]enfrentava o vencedor da Champions League [VIDEO] durante 90 minutos para decidir o torneio no Japão.

Conmebol e Uefa supervisionavam o antigo intercontinental, que chegou ao fim em 2005, já o mundial organizado pela FIFA começou em 2000, tendo sua primeira edição no Rio de Janeiro, dentre os clubes com maior destaque estavam Manchester United e Real Madrid, porém a final foi disputada por Vasco e Corinthians no Maracanã, e nos pênaltis o Alvi-negro paulista saiu campeão, com Edmundo chutando a bola para fora passando à direita do gol de Dida.

Com a medida adotada pelos dirigentes da FIFA, após pedido da Confederação Sul- Americana de Futebol (CONMEBOL), quatro ganhadores brasileiros do troféu passam a integrar oficialmente o quadro de campeões mundiais de futebol; Santos Futebol Clube em 1962 e 1963; Clube de Regatas Flamengo em 1981; Grêmio Foot-ball Porto Alegrense em 1983; São Paulo Futebol Clube em 1992 e 1993.

O atual Presidente da Conmebol, Alejandro Dominguez, agradeceu pelo seu Twitter a posição adota pela Federação internacional que rege o esporte em todo o mundo.

Dentre os Europeus que tiveram suas conquistas mundiais oficializadas estão: Inter de Milão em 64 e 65; Milan em 69, 89 e 90; Feynoord em 70; Ajax em 72 e 95; Atlético de Madrid em 74; Bayer de Munique em 76 e 2001; Juventus em 85 e 96; Porto em 87 e 2004; Crvena Zveda em 91; Borussia Dortmund em 97; Real Madrid em 98 e 2002, Manchester United 99.

Pelo lado da América Latina os times ganhadores foram: Peñarol em 62, 66 e 82; Racing em 67; Estudiantes em 68; Nacional do Uruguai em 71, 80 e 88; Independiente em 73 e 84; Boca Juniors em 77, 2000 e 2003; Olímpia em 79; River Plate em 86, Vélez Sarsfield 94.