As corridas de rua estão se tornando febre no mundo todo. Seja um profissional em busca de recordes ou dinheiro, seja uma pessoa comum que aderiu à prática para perder peso ou se manter ativa, muitos estão aderindo ao esporte, que precisa de um tênis próprio para a prática, tempo livre para treinar e dedicação.

Para se ter noção da abrangência deste esporte, em São Paulo foram marcadas mais de uma centena de corridas de rua em 2016. Para 2017, a tendência é que este número seja ainda maior. Cada prova possui sua história e fica marcada por cenas comuns, mas distantes do grande público.

Em uma prova ocorrida na cidade de Kosice, na Eslováquia, um fato chamou a atenção do público que acompanhava a prova no local e pela televisão.

O corredor #Josef Urban, de 31 anos, correu por aproximadamente 1 quilômetro com sua genitália completamente exposta. Não se sabe ao certo se o corredor tinha noção da cena, mas em momento algum parou para ajustar seu short.

Ao se aproximar da linha de chegada, o público, entre risos e aplausos de apoio, estimulou o corredor, que deu um último gás para concluir a prova na 10ª posição, com o tempo de 2h21min51s, superando em 27 segundos o resultado obtido na mesma prova, no ano anterior.

Entre os corredores profissionais, a prova ocorrida em Kosice é muito conhecida. Não pelo fato da premiação paga pela prova, nem tampouco pela pontuação que cada corredor obtém para sua performance. Ela é a prova mais antiga da Europa e a segunda mais antiga do mundo. A prova de Boston, nos Estados Unidos, é a prova mais antiga do planeta, pelo que se tem conhecimento.

Os melhores vídeos do dia

Sua primeira edição ocorreu em 1897.

O atleta Josef Urban acabou se tornando conhecido no mundo inteiro por conta deste fato e a cena, que passou despercebida até pelos comentaristas de televisão que estavam cobrindo a prova ao vivo, foi uma das mais vistas e discutidas em rodas de esporte.

Cenas inusitadas como estas parecem estar se tornando mais frequentes. Durante as Olimpíadas no Rio de Janeiro, ocorrida em 2016, um atleta francês sentiu vontade de ir ao banheiro durante a prova. Yohann Diniz não conseguiu superar a vontade que lhe acometeu a acabou por sujar seu short.

Mantendo sua compostura, o atleta, que era líder da competição até o momento, manteve seu foco e conclui a prova na sétima posição. Manteve-se como primeiro colocado no ranking mundial e certamente guardou uma história para ser esquecida. #corrida de rua #Eslováquia