O Futebol é um dos esportes considerados mais momentâneos que existem, pois um dia um time pode estar em ótima fase, com muitas vitórias, fazendo a alegria da sua torcida, diretoria e até mesmo dos próprios jogadores. Já quando a fase é ruim, o apoio não vem de nenhuma das partes, muito pelo contrário aumenta e muito a cobrança de todas as partes para que sejam melhorados os resultados. Quando um time começa pelas últimas divisões, é normal que os resultados positivos não venham logo de primeira, até mesmo por questões financeiras, que impossibilitam grandes investimentos. A situação muda um pouco de configuração quando um time está nas primeiras divisões e começa uma decadência, é para muito triste e revoltante ao mesmo tempo.

A Associação Portuguesa de Desportos, ou Portuguesa do Canindé, ou simplesmente Portuguesa, é hoje uma das situações mais tristes do futebol brasileiro devido à constante decadência do clube no cenário do futebol nacional. Tudo começou no Campeonato Brasileiro de 2014, quando o Fluminense entrou com um recurso no STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) pedindo os pontos da Lusa pela escalação irregular do jogador Héverton (do clube paulista).

A decisão foi acatada e a Portuguesa perdeu 1 ponto (pelo empate) conquistado na partida contra o Grêmio, o que fez o tricolor carioca se livrar do rebaixamento, fazendo cair assim a tricolor do Canindé. Esse fato deixou muitos torcedores rivais ao Fluminense chateados, pois suspeitavam de possíveis armações tricolores para escapar desesperadamente do rebaixamento, isso foi apenas um dos fatos da história.

Em 2015, disputando a série B, a Portuguesa fez uma de suas piores campanhas em campeonatos oficiais e caiu novamente, desta vez para um buraco ainda pior (ser desmerecer os clubes da divisão), a série C ou 3ª divisão do futebol nacional e em mais uma péssima e irreconhecível campanha, a Lusa caiu mais um divisão se complicou totalmente de vez, e foi parar na série D, a 4ª e última divisão oficial nacional de futebol.

A realidade é ainda pior, o clube pode deixar de fazer parte do cenário futebolístico nacional, pois mesmo tendo vencido o último jogo por 1 x 0 sobre a Ferroviária, o time não se classificou e foi eliminada da Copa Paulista. A única esperança para a Portuguesa é ganhar o Campeonato Paulista, que dará direito a ela de escolher entre disputar a série D ou a Copa do Brasil. Se não conseguir, a Lusa não irá disputar nenhuma competição nacional (praticamente decretando a falência na parte de futebol).