O Corinthians é o atual campeão brasileiro e irá disputar a próxima Libertadores da América. Com um 2018 que pode ser promissor, o clube pretende a contratação de alguns jogadores para reforçar o seu setor ofensivo e assim aumentar as chances de conquistar o bicampeonato da América.

Um dos nomes que pode voltar ao Futebol é Gabigol. O ex-santista foi contratado por uma fortuna pela Inter de Milão, mas não teve muito espaço no time italiano e agora está acontecendo o mesmo no Benfica, onde está sem espaço e deve deixar o futebol português no início do 2018.

O técnico Fábio Carille [VIDEO], em participação no Fox Sports nessa segunda-feira, foi questionado se valeria arriscar na contratação de Gabigol pelo alvinegro paulista.

O treinador corintiano deu uma resposta que animou a torcida em relação a uma possível investida corintiana para tentar a contratação da joia.

''Eu gosto desses desafios, eu gosto. Quero falar algo sobre o Gabigol, mas é claro que não trabalhei com ele, mas já fiz vários jogos, ainda como auxiliar contra ele. Tanto Gabigol, como Gabriel Jesus, que deixou o Palmeiras e foi lá para a Inglaterra, eles tem algo que estão muito em falta nos meninos de hoje: a ambição pelo gol quando não recebem a bola'', disse o treinador.

Gabigol está há pouco tempo no futebol europeu, mas ainda não encontrou um treinador que lhe dê muitas oportunidades, deixando assim que ele fique no banco e perca muitas chances de mostrar o seu futebol.

O atleta chegou a ser convocado para a seleção brasileira, mas com certeza vestir novamente a camisa amarela é um sonho e jogando no Corinthians isso se transformaria muito mais fácil.

Além disso, a Inter de Milão quer ver o seu jogador atuando, quem sabe em uma volta ao Corinthians ele se destaque, mostre um grande futebol e assim possa voltar a Itália e fazer com que o clube recupere o seu alto investimento.

A diretoria corintiana [VIDEO]está em busca de vários nomes para 2018. O grande problema em relação aos outros times é porque o clube não está em um momento bem financeiramente, perdendo assim poder de fogo na hora das contratações.

Para 2018, tudo indica a troca de jogadores e envolvimento de alguns jogadores emprestados na tentativa de fortalecer o grupo para a próxima temporada. O atacante Roger estava praticamente certo, mas veio o Internacional com uma proposta muito superior e acabou levando ele para o Rio Grande do Sul, onde ajudará o clube gaúcho na primeira divisão.