A situação está ficando cada vez mais complicada no #Real Madrid e com isso vai crescendo o clima de contestação no vestiário. E Cristiano Ronaldo [VIDEO]não está para colocar paninhos quentes. O melhor jogador do mundo está se sentido desapoiado e, acima de tudo, ele está frustrado com a situação cada vez mais agravada do seu time. No final de semana, o Real perdeu ainda mais pontos para o Barcelona, e em vez de começarem recuperando, eles estão cada vez mais afundados. Agora, são já dez os pontos de diferença, quando novembro ainda nem acabou e o campeonato só termina em maio.

Quando as coisas correm mal, é natural que as partes vão empurrando culpas umas para as outras.

Mas, se desengane quem pense que #Cristiano Ronaldo aceita alguma culpa. Para o craque, ele está longe de ser um problema para o Real, mas está sentindo cada vez mais o problema e está ficando cada vez mais entristecido.

Ganhar sem marcar, ou perder ou empatar sem ver o gol, é uma dor insuportável para Cristiano Ronaldo. E é isso mesmo que tem acontecido mais nesse Espanhol, quando o português está fazendo seu pior início de sempre, desde que chegou em Madri. Cristiano Ronaldo tem apenas um gol, após doze jornadas do campeonato. Ele só jogou oito partidas, mas mesmo assim os números são muito baixos.

De recordar que Cristiano falhou as quatro rodadas iniciais, por castigo, e desde o seu regresso, ele fez apenas um gol, apesar de levar já 55 chutes, tendo uma das piores estatísticas de finalização da Europa.

Com tudo isso, o internacional português [VIDEO] está pior do que ruim, com sua falta de brilho nas vitórias, empates e derrotas do Real. De acordo com fontes do jogador, se o Real não conquista os três pontos, mas o Cristiano "consegue seu golito, a coisa muda, mas quando se junta os maus resultados a sua seca de gols, o craque explode".

De acordo com o site espanhol Don Balón, Ronaldo é um tipo de ideias claras e ele não se arrepende de ter alegado que a equipe perdeu força com a partida de Morata, James, Pepe, e, acima de tudo, com a chegada de jogadores como Vallejo, Marcos Llorente e companhia, que ele acredita estrem a anos-luz do nível mínimo que se deveria exigir no Real.

Por isso, Cristiano reafirma que o problema de Madri é duplo. Primeiro, o planejamento da temporada, onde ele aponta para Florentino Pérez e Zidane. E, em segundo lugar, a falta de recursos do treinador Zidane, que ele acredita não ter muitas habilidades para dar a volta, quando as coisas não estão correndo como planejadas.

Nesse ponto, Cristiano não está sozinho. Existem mais pessoas que não acreditam na capacidade de improviso de Zidane para alterar as coisas, quando não estão correndo bem. Ronaldo vê isso claramente e não é o único. Jogadores como Ramos, Modric, Marcelo ou mesmo Bale sabem que o Real só sabe jogar em um estilo e não tem soluções quando não está dando certo. #Futebol