Mesmo com o grande prejuízo acumulado (perto dos R$ 3 milhões) neste ano, o Fluminense [VIDEO] permanecerá utilizando o Maracanã como o seu estádio na temporada de 2018. Segundo a diretoria do Tricolor, além do ganho técnico e conforto ao torcedor, foi lançado um plano que torne o estádio viável através do oferecimento de experiências atrativas ao público, buscando, assim, novas receitas e otimizando o espaço.

Apesar de definir o Maracanã como sua casa, o Flu irá buscar uma alternativa em caso de não poder utilizar as dependências do palco da decisão da Copa do Mundo de 2014 e das finais dos torneios de futebol (masculino e feminino) das Olimpíadas de 2016.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal PaixãoPorFutebol

Antiga opção, o Giulite Coutinho, estádio do América, localizado no distrito de Édson Passos, região metropolitana do Rio de Janeiro, por conta do fim da parceria com a equipe rubra, já foi prontamente descartado, assim como o Raulino de Oliveira, em Volta Redonda.

A relação do Fluminense com o Maracanã se estreitou ainda mais depois de 2013. Na ocasião, o Tricolor se tornou o primeiro clube a entrar em acordo com o Consórcio Odebrecht para atuar no estádio. Inicialmente, a equipe das Laranjeiras não teria qualquer despesa nas suas partidas naquele que já foi considerado o maior estádio do mundo, mas, no ano passado, houve um aditivo, obrigando o pagamento de R$ 100 mil.

De acordo com o presidente do clube, Pedro Abad, para igualar arrecadação com gasto, é necessário, em cada jogo, um público mínimo de 21 mil pagantes. Ao longo do Campeonato Brasileiro, independente do fato de o time jamais ter sido um dos candidatos ao título, o Fluminense é, como mandante, o melhor carioca das bilheterias. Nas 17 vezes que atuou no Rio, o Tricolor teve uma média de 14.285 pessoas presentes.

No sábado, a partir das 17h (de Brasília), o Fluminense realizará, em 2017, a sua última partida no Maracanã. Pela 37ª rodada da Série A do Brasileirão, os comandados de Abel Braga, que segue na mira do Internacional-RS, [VIDEO]enfrentarão o Sport-PE.

Somando 46 pontos e ocupando a 14ª colocação, o Tricolor não corre qualquer risco de rebaixamento, mas um triunfo em cima do Rubro-Negro pernambucano pode aproximar a equipe de uma classificação para a próxima Copa Sul-Americana e manter as remotas esperanças de uma vaga na Taça Libertadores do ano que vem.

Para esse desafio, a escalação [VIDEO] será a mesma que iniciou a partida da vitória, em casa, de 2 a 0 sobre a Ponte Preta, na última segunda-feira (20).