Mesmo com o grande prejuízo acumulado (perto dos R$ 3 milhões) neste ano, o Fluminense permanecerá utilizando o Maracanã como o seu estádio na temporada de 2018. Segundo a diretoria do Tricolor, além do ganho técnico e conforto ao torcedor, foi lançado um plano que torne o estádio viável através do oferecimento de experiências atrativas ao público, buscando, assim, novas receitas e otimizando o espaço.

Apesar de definir o Maracanã como sua casa, o Flu irá buscar uma alternativa em caso de não poder utilizar as dependências do palco da decisão da Copa do Mundo de 2014 e das finais dos torneios de futebol (masculino e feminino) das Olimpíadas de 2016.

Publicidade
Publicidade

Antiga opção, o Giulite Coutinho, estádio do América, localizado no distrito de Édson Passos, região metropolitana do Rio de Janeiro, por conta do fim da parceria com a equipe rubra, já foi prontamente descartado, assim como o Raulino de Oliveira, em Volta Redonda.

A relação do Fluminense com o Maracanã se estreitou ainda mais depois de 2013. Na ocasião, o Tricolor se tornou o primeiro clube a entrar em acordo com o Consórcio Odebrecht para atuar no estádio.

Publicidade

Inicialmente, a equipe das Laranjeiras não teria qualquer despesa nas suas partidas naquele que já foi considerado o maior estádio do mundo, mas, no ano passado, houve um aditivo, obrigando o pagamento de R$ 100 mil.

De acordo com o presidente do clube, Pedro Abad, para igualar arrecadação com gasto, é necessário, em cada jogo, um público mínimo de 21 mil pagantes. Ao longo do Campeonato Brasileiro, independente do fato de o time jamais ter sido um dos candidatos ao título, o Fluminense é, como mandante, o melhor carioca das bilheterias.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
PaixãoPorFutebol Fluminense

Nas 17 vezes que atuou no Rio, o Tricolor teve uma média de 14.285 pessoas presentes.

No sábado, a partir das 17h (de Brasília), o Fluminense realizará, em 2017, a sua última partida no Maracanã. Pela 37ª rodada da Série A do Brasileirão, os comandados de Abel Braga, que segue na mira do Internacional-RS, enfrentarão o Sport-PE.

Somando 46 pontos e ocupando a 14ª colocação, o Tricolor não corre qualquer risco de rebaixamento, mas um triunfo em cima do Rubro-Negro pernambucano pode aproximar a equipe de uma classificação para a próxima Copa Sul-Americana e manter as remotas esperanças de uma vaga na Taça Libertadores do ano que vem.

Para esse desafio, a escalação será a mesma que iniciou a partida da vitória, em casa, de 2 a 0 sobre a Ponte Preta, na última segunda-feira (20).

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo