A maré não anda favorável nas Laranjeiras. Depois do volante Richard, que só retornará aos gramados no ano que vem, o Fluminense sofreu mais uma baixa por conta de um estiramento muscular. Dessa vez, foi a vez do zagueiro Gum. O camisa 3 se lesionou durante o treinamento acontecido na última terça. Sendo assim, ele é desfalque certo para o importante desafio de quinta, às 21h (de Brasília), no Maracanã, diante do Coritiba, válido pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Sem Gum, a tendência é que o sistema defensivo do Tricolor seja formado por Henrique e Reginaldo, que volta após cumprir suspensão, mas Renato Chaves, elogiado pelo técnico Abel Braga após a vitória de 2 a 1 sobre o Botafogo no último sábado, no Nilton Santos, também tem chance de iniciar a partida.

Com uma fratura no pé direito, o atacante Robinho é outro entregue ao departamento médico e, assim como Richard, só ficará à disposição na próxima temporada. Já o caso de Gum é mais leve e existe a possibilidade de ele ser aproveitado na antepenúltima rodada do Brasileirão, quando o Flu [VIDEO]recebe, no dia 18 de novembro, a Ponte Preta.

O ano de 2017 não foi de boas lembranças para Gum. Há oito anos defendendo o Fluminense, conquistando dois Brasileiros (2010 e 2012) e um Estadual (2012), o "Guerreiro", forma carinhosa de como é chamado pela torcida, por pouco não deixou o clube carioca durante a pré-temporada. Acabou sendo incorporado ao elenco, mas, durante um treinamento, acabou sofrendo uma grave lesão e precisou passar por uma cirurgia. Retornou há cerca de dois meses e vinha tendo boas atuações.

Na manhã desta quarta, o Fluminense [VIDEO] encerrou a sua preparação para o compromisso contra o Coritiba. Como, mais uma vez, grande parte da atividade, realizada no CT Pedro Antônio, na Barra da Tijuca, não contou com a presença dos jornalistas, segue o mistério de qual time entrará em campo. A principal dúvida é saber quem formará a dupla de volantes com Douglas. Wendel surge como a escolha mais provável. Outras opções são o equatoriano Jefferson Orejuela, o experiente Pierre, além dos jovens Marlon Freitas e Matheus Norton. De certo, é o retorno do lateral-direito Lucas, poupado no final de semana.

Diante dessa indefinição, o Flu, que, somando 42 pontos na 13ª colocação e, dependendo de uma combinação de resultados, pode se aproximar da zona de classificação para a próxima Taça Libertadores, deverá entrar no gramado do Maracanã tendo Diego Cavalieri, Lucas, Reginaldo (Renato Chaves), Henrique e Marlon; Wendel (Orejuela ou Pierre ou Marlon Freitas ou Matheus Norton), Douglas e Junior Sornoza; Gustavo Scarpa, Marcos Júnior e Henrique Dourado.