Em uma noite inesquecível, o Grêmio conseguiu vencer o Lanús por 2 a 1 na decisão da Copa Libertadores da América, nessa quarta-feira (29), no segundo jogo da final. A partida foi na Argentina, casa do adversário.

O Grêmio, do técnico Renato Gaúcho, confirmou a tradição na competição deste ano, jogando sempre melhor na casa do adversário. Logo no primeiro tempo, tomou conta da partida com contra-ataques velozes e eficientes.

Realizou uma marcação forte, que foi determinante para a grande conquista.

A equipe argentina não conseguiu desenvolver seu futebol de troca de passes. O Grêmio estava bem aplicado no jogo e, com muita técnica, dominou o rival e jogou como se estivesse em Porto Alegre.

Fernandinho foi um dos destaques da partida. No primeiro tempo, ele conseguiu fazer uma arrancada. Cruzando a metade do campo, abriu o placar chutando com categoria no lado direito do goleiro do Lanús.

Luan, após um lance de muita categoria, enfileirando os adversários, ampliou o placar. A equipe do Lanús diminuiu o placar com pênalti batido por Sand.

O Grêmio, ao conquistar o tricampeonato da Libertadores, se igualou ao clube do São Paulo como maior clube brasileiro da Libertadores. As conquistas do Grêmio foram nos torneios de 1983, 1995 e 2017.

Renato Gaúcho

O técnico Renato Gaúcho fez história ao tornar-se campeão da Libertadores como jogador e como treinador. Ele já é o maior ídolo da história do Grêmio, pelo que havia feito na Libertadores e no Mundial de clubes em 1983.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Grêmio

Agora, como técnico, conseguiu quebrar um jejum de 15 anos do clube sem títulos de expressão.

Em 2016, ele conquistou a Copa do Brasil e agora ele consegue tornar-se o primeiro brasileiro a conseguir ser campeão da Libertadores como jogador e treinador. Renato estava muito emocionado. Nos minutos finais da partida, ela chorava e chorava muito abraçado com o lateral Léo Moura.

Ao final da partida.

ele gritou "muita felicidade". Renato já tinha chegado perto desta conquista em 2008, quando comanda a equipe do Fluminense, do Rio de Janeiro. Na oportunidade, perdeu a final para a LDU em decisão de pênaltis.

Renato Gaúcho se igualou a grande nomes como Humberto Maschio e Marcelo Gallardo. Com esta conquista, ele consegue coroar de vez sua carreira como treinador de futebol, mostrando competência e ousadia na sua forma de conduzir o time sob sua responsabilidade.

Porto Alegre parou com a festa da torcida do Grêmio, que saiu pelas ruas celebrando a conquista.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo