Uma tragédia no mundo da motovelocidade deixou comoção e imagens chocantes. O piloto britânico Daniel Hegarty, de 31 anos, morreu neste sábado (18) durante a disputa da prova do GP de Macau, na China. O Acidente ocorreu quando Hegarty estava na sexta volta da corrida de rua. Em uma fração de segundo, ele chocou contra as barreiras do lado de fora do circuito. O impacto, na chamada ‘curva do pescador’, foi tão violento que a moto e o capacete de Daniel voaram em destroços, ele foi arremessado e depois ficou estendido, imóvel, sobre o asfalto.

As câmeras que transmitiam a prova registraram o impacto fatal. (Alerta: imagens chocantes!)

Veja o acidente por outro ângulo (Alerta: imagens chocantes!)

Reveja o trágico acidente em câmera lenta. (Alerta: imagens chocantes!)

Falha

A prova tinha a participação de motocicletas de 1000 e 1200 cilindradas. Hegarty pilotava o primeiro modelo. No momento em que entrou na curva, o pneu traseiro da moto teria escapado e o piloto foi lançado.

Daniel, que integrava a equipe Topgun Racing Honda, foi transportado depressa para atendimento médico, porém não resistiu às graves lesões. A organização da corrida informou que ele morreu na ambulância, a caminho do hospital Conde S. Januário.

Por causa da gravidade do acidente, a bandeira vermelha subiu imediatamente e os organizadores suspenderam a corrida. Quando veio a confirmação da morte do piloto, a prova foi declarada encerrada e a vitória acabou sendo dada a Glenn Irwin, da Irlanda do Norte, que liderava a corrida até o momento da tragédia.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Polícia

Lamento

A Comissão Organizadora do Grande Prêmio emitiu uma nota de pesar. O coordenador da comissão, Pun Weng Kun, informou que a família e a equipe foram contatadas, garantiu que toda a assistência será prestada e que o Comitê do GP de Macau estende as mais profundas condolências aos familiares e amigos de Daniel.

Hegarty disputava a prova pela segunda vez. Na estreia, em 2016, ficou na 16.ª colocação.

Além dos familiares e amigos, o piloto deixa a namorada, Lucy Draycott. Nas redes sociais, ela escreveu que está com o 'coração partido' após a perda do 'amor da minha vida', e que precisará de tempo para aceitar o que aconteceu. Já o irmão do motociclista, Joe Hegarty, agradeceu as mensagens de conforto.

Repetição

Não é a primeira vez que um acidente trágico é registrado na história da tradicional prova disputada desde 1954.

O GP de Macau já foi palco de outra morte na edição de 2012. Durante o treino classificatório, também na ‘curva do pescador', a vítima foi o português Luís Carreira, que corria pela sétima vez em Macau. A moto dele pegou fogo. Após a colisão, Carreira teve uma parada cardíaca.

Na época, o acidente foi mostrado pela televisão portuguesa. (Alerta: imagens chocantes!)

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo