No próximo domingo (05) acontecerá mais um dérbi paulista entre Corinthians [VIDEO] e Palmeiras, válido pela 32ª rodada do #Campeonato Brasileiro de 2017, que será realizado na Arena #Corinthians, onde haverá a presença somente de corintianos, mas isso não é novidade para quem acompanha o #Futebol brasileiro.

Porém, um fato novo e que vale destacar é o apoio que a nação corintiana dará à equipe alvinegra que disputará esse duelo, que é importantíssimo para o campeonato nacional de 2017, pois além de ser um duelo entre dois tradicionais rivais, é o encontro entre as principais postulantes ao título do campeonato em questão.

O referido clássico de arquirrivais está envolto em um clima de ansiedade e expectativa não só por parte de seus torcedores, mas de todos os amantes do futebol tupiniquim, pois é o encontro do líder Corinthians [VIDEO] com o vice-líder Palmeiras, cuja diferença entre eles é atualmente de 5 pontos.

O Corinthians lidera a competição desde a 5ª rodada e se vê ameaçado pelo seu maior rival justamente na reta final do brasileirão. Mas embora esteja inconstante no segundo turno do campeonato, o alvinegro do Parque São Jorge terá o apoio de sua nação, que inclusive lotará o treino aberto que acontecerá no mesmo local do embate no último treino no sábado (04).

O apoio incondicional da nação alvinegra não é novidade para ninguém, mas o que está prestes a ser realizado pelas principais organizadas do Corinthians é algo a ser louvado.

Gaviões da Fiel, Camisa 12, Pavilhão 9, Fiel Macabra, Coringão Chopp e Estopim da Fiel abrirão mão de suas individualidades de cânticos e gritos de apoio para ecoarem uma só voz na Arena em Itaquera.

Todas as principais organizadas do “Timão” cantarão em uma só voz o mesmo cântico para embalar o Corinthians rumo à uma vitória importantíssima para a conquista do tão sonhado hepta do Campeonato Brasileiro. Essa iniciativa será um combustível considerável para o elenco corintiano, pois segundo parciais, mais de 40 mil corintianos estarão na Arena Corinthians para empurrar o Coringão para vencer seu maior rival e afastar qualquer receio de perder o título justamente para o Palmeiras em um campeonato que se desenhava corintiano.

A nação alvinegra unirá sua voz para transformar a “Casa do Povo” em um caldeirão fervente alvinegro e ser o combustível extra dos guerreiros que vestirão o manto alvinegro rumo ao retorno do bom futebol e da garra alvinegra, com o intuito de consolidar e ratificar que merece de fato levantar a taça ao fim da competição.