O Palmeiras [VIDEO] enfrenta o Botafogo-RJ na próxima segunda-feira (27) pelo Campeonato Brasileiro. Ironicamente, o Verdão entrará em campo sob comando de Alberto Valentim, que já não é mais técnico de fato. Em seu site oficial, o #Palmeiras confirmou a contratação do técnico Roger Machado, ex-Atlético Mineiro e com passagem pelo Grêmio.

Valentim fará seu papel mesmo sem grande motivação. O ex-auxiliar palmeirense conversa com o Sport para comandar a equipe em 2018, mas ainda não tem nada acertado. Valentim recebeu proposta palmeirense para retornar para a posição de auxiliar, mas não aceitou. Quer ser técnico de algum clube da Série A.

Escolha do treinador foi rápida

Dos males o menor: o Palmeiras foi rápido na escolha do seu novo treinador. Ainda no mês de novembro o clube já concluiu o negócio e confirmou Roger para o comando técnico. O primeiro nome da fila era Abel Braga, atual técnico do Fluminense. Abelão, como é carinhosamente chamado, disse para Alexandre Mattos que, por respeito ao time carioca, iria esperar terminar o Campeonato Brasileiro para conversar sobre a renovação do vínculo. Mattos não quis esperar e encerrou a conversa.

Machado terá a oportunidade de dar continuidade ao planejamento do time para 2018. Alguns nomes já foram confirmados. O lateral-esquerdo Diogo Barbosa, do Cruzeiro, e o zagueiro Emerson Santos, do Botafogo-RJ, são dois atletas que já confirmaram seus vínculos com o Alviverde. Serão apresentados assim que o Nacional acabar.

Jogador da Europa na mira

De acordo com o jornalista Oswaldo Paschoal. do canal de TV Fox Sports, o Palmeiras já iniciou conversas com o lateral-direito Rafinha, do Bayern de Munique (Alemanha). O contrato dele termina no meio do ano que vem e ele já teria dito para pessoas próximas que deseja voltar ao Brasil. O Flamengo também seria uma das opções, mas não tem a mesma capacidade financeira do Palmeiras no momento.

Rafinha teria pedido três anos de contrato e salários em torno de R$ 700 mil sem impostos. O valor é considerado alto para o Alviverde, mas pode ser repensado por se tratar de um reforço que atuou no #Futebol europeu e tem experiência com grandes jogos. Chegaria para ser titular, assim como Diogo Barbosa. O ex-cruzeirense chega para ocupar o lugar de Egídio e não terá a sombra de Zé Roberto (se aposentará após o último jogo do Palmeiras no Brasileiro).

Alexandre Mattos, executivo de futebol, conversará com o novo técnico para acertar uma lista de reforços. Algumas dispensas também já estão programadas. #Mercado da bola