Uma grande movimentação nas transações do mercado do futebol deve acontecer nessa janela de transferências, pois os clubes brasileiros já estão procurando diversos atletas que terão mercado no futebol brasileiro, para a temporada que vem. Muitos querem ir ou permanecer na Europa, mas têm muitos querendo ser repatriados para retomar a atenção do treinador da seleção brasileira e tentar atuar na Copa do Mundo de 2018.

A Sociedade Esportiva Palmeiras é o grupo que mais pode contratar reforços para a temporada que vem, já que o clube conta com o patrocínio da Crefisa e FAM (Faculdade das Américas), ambas empresas pertencentes à empresária Leila Pereira, e esse investimento é o mais alto das Américas no futebol, por isso que nenhuma outra equipe do futebol americano consegue competir com os investimentos do alviverde da capital.

O objetivo da diretoria do Palmeiras é investir no clube, se focando mais na parte defensiva. Por esse fato que os dirigentes e, principalmente o diretor de futebol Alexandre Mattos, estão procurando laterais, zagueiros e um goleiro, mas o atleta para defender o gol do clube já parece estar fechado. Este deve ser César, destaque da Série B pelo Londrina.

Agora, o diretor Alexandre Mattos, com aval do presidente Maurício Galiotte, foi até Londres, na Inglaterra, para fechar com alguns reforços e procurar outros para a equipe, e dentro dessa viagem para o continente europeu, a diretoria do alviverde da capital fez uma proposta ao lateral-direito Rafinha, que atualmente é titular no Bayern de Munique.

A equipe alemã deseja que o atleta continue por lá e ofereceu a ele um contrato de mais dois anos para renovar com o clube, mas o mesmo, a pedido da família, deve voltar ao Brasil e também deseja atuar na Copa do Mundo de 2018 pela seleção brasileira, já que o mesmo parou de ser convocado.

A Sociedade Esportiva Palmeiras deseja não causar um déficit nas contas do clube, por esse motivo que, além de diversas contratações, o grupo que coordena a equipe também deve dispensar diversos atletas [VIDEO] que, muito provavelmente, não serão mais utilizados no ano de 2018.

Egídio e Róger Guedes devem ser nomes que perderão espaços no elenco do alviverde da capital e, por esse fato, estão livres para procurar novas equipes e atuar nas respectivas a partir da temporada que vem, fazendo com que os mesmos devem busquem outros clubes brasileiros ou do exterior para jogar [VIDEO].