O Palmeiras é o clube com o maior poder econômico das Américas. Com o patrocínio da Crefisa e FAM (Faculdade das Américas), o clube é apelidado como o Real Madrid americano, pois tem o poder monetário de fazer o inverso do Futebol, em vez de vender jogadores para o exterior, o clube alviverde paulistano tenta trazer atletas de fora do país.

A torcida já presenciou a contratação das maiores estrelas da América do Sul. Miguel Borja, Yerry Mina e Alejandro Guerra foram campeões da Copa Libertadores da América de 2016, pelo Atlético Nacional. Mas mesmo tendo gastado mais de R$ 100 milhões em contratações, não obteve êxito e teve um ano de frustrações.

O objetivo de montar um time galáctico com o poder econômico que tem disponível ainda não foi concluído pela diretoria do Palmeiras, até porque a equipe não arriscou alto ao trazer um reforço. Até agora, o que promete ser a maior contratação do clube é o meia Lucas Lima, mas a diretoria do Palmeiras ainda deseja trazer um nome bombástico para que o clube tenha uma grande repercussão mundial e fortaleça o elenco de forma impressionante para a temporada que vem.

O objetivo do clube, até então, era de trazer um brasileiro galáctico para o time do Palmeiras, mas o único que estavam cogitando de expressão internacional era o atacante Willian, mas o atacante tem 29 anos e deseja continuar atuando na Europa. Por isso, que os dirigentes da equipe foram atrás de outro atleta.

Ao buscar uma estrela, foi pensado trazer um brasileiro, pois a adaptação seria mais fácil, mas agora o clube foi buscar algum atleta jovem e que é muito famoso internacionalmente [VIDEO], mas não poderia ser um jogador que estaria vivendo uma boa fase, não pelo fato do Palmeiras não ter dinheiro, mas, sim, pelo fato dos mesmos estarem no auge no continente europeu.

É comum de muitos jogadores preferirem ficar na Europa ganhando menos a ir para outro qualquer clube sem muita visibilidade para a mídia internacional, mas o atleta italiano Mario Balotelli parece ter sido a melhor opção aos palmeirenses, já que vive um momento ruim no Nice.

O atacante já foi camisa nove e, até mesmo, dez da seleção italiana, agora nem está sendo convocado. Procurando recuperar o seu futebol, o atacante italiano de 27 anos pode vir ao Palmeiras para atuar no clube por um salário de R$ 1 milhão, sendo que se conseguir ser campeão do mundo pelo Alviverde, conseguiria se recolocar novamente no mercado europeu [VIDEO].