A diretoria palmeirense deseja ter um ano de sucessos em 2018, pois o clube tem como objetivo conquistar a Copa Libertadores da América e também a Copa Mundial de Clubes. Isso não é improvável, já que o grupo Sociedade Esportiva Palmeiras conta com os maiores patrocínios das Américas, da Crefisa e FAM (Faculdade das Américas).

No entanto, o diretor de Futebol Alexandre Mattos já vem trabalhando firmemente no mercado da bola para buscar reforços de peso para o elenco alviverde da capital, com o objetivo de formar um elenco impecável, sem nenhuma falha, para atuar com maestria na temporada que vem.

Por outro lado, o Palmeiras também deseja vender alguns atletas para economizar, até porque o clube conta com uma das maiores folhas salariais da América Latina, até então isso não seria um problema para um clube tão rico quanto o Verdão, mas o empecilho está no fato de que poucos jogadores contratados pelo grupo são utilizados nos jogos, assim, trazendo pouco retorno financeiro aos cofres do clube.

O maior defeito palmeirense na última temporada, foi, sem via de dúvidas, o setor defensivo. No entanto, os dirigentes e conselheiros do clube já vêm tentando trazer reforços de peso para esta área do campo, mas isso não significa que o ataque ficará esquecido, muito pelo contrário.

Muitos atacantes já estão sendo procurados pelo clube, contando que as propostas são irrecusáveis para atletas que atuam na América do Sul, isso se dá por causa de um grande avanço financeiro que teve o Palmeiras, pois o clube conta com o maior investimento já feito em um clube brasileiro.

O fato de que o alviverde da capital tem um grande investimento favorece muito nas horas das contratações, por isso que, agora, o clube vem tentando repetir o que grandes equipes da Europa já fazem há um grande tempo, que é contratar promessas do futebol brasileiro [VIDEO] e assegurá-las antes de serem valorizadas, assim como o Barcelona fez muito bem com Neymar Júnior.

O Palmeiras analisou que as maiores joias do futebol brasileiro, neste momento, estão nas categorias de base do Flamengo, até porque nos jogos sub-20 da seleção brasileira [VIDEO], há uma certa predominância de atletas flamenguistas, um deles é o camisa nove Lincoln, que muito dificilmente virá atuar no alviverde, mas a oferta foi grande.

Foi ofertado ao jogador uma quantia de R$ 30 milhões, realmente um absurdo por um jovem, agora resta esperar as respostas dos empresários do atleta.