O Palmeiras confirmou a chegada do técnico Roger Machado para o comando técnico. O profissional foi apresentado nessa quarta-feira (29) e chegou muito bem disposto e falando em títulos.

Machado teve passagens por Grêmio e Atlético Mineiro. Alguns jornalistas apontam que foi ele o responsável por montar o time do Grêmio que se sagrou tricampeão da Copa Libertadores da América na noite de ontem, ao vencer o Lanús-ARG fora de casa por 2 a 1.

Publicidade
Publicidade

Antes de fechar, Roger conversou bastante com Alexandre Mattos, executivo de Futebol, para entender o projeto. Conversou também sobre reforços e liberou a chegada de Lucas Lima, do Santos. O meia, aliás, foi anunciado nesta quinta-feira (30) de maneira bastante descontraída pelo Palmeiras, envolvendo imagens do jogo de futebol Pro Evolution Soccer edição 2018. Lima assina por cinco temporadas e terá o desafio de conquistar a torcida palmeirense.

Publicidade

Pedido especial

Assim que Cuca foi demitido do Palmeiras, o interino Alberto Valentim assumiu o time e fez um bom trabalho no geral. As derrotas para Corinthians e Vitória deixaram o Alviverde distante da luta pela taça, mas os fatos não deixam Valentim na mão: foi bem no período que passou como técnico.

Roger Machado conversou diretamente com Valentim e com a diretoria. Ele quer a permanência do profissional na equipe técnica.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Futebol Palmeiras

Valentim ouviu o pedido do amigo e, por enquanto, não respondeu. O desejo maior do atual interino é de fato se tornar técnico de alguma equipe da Série A.

O final de semana pode definir muita coisa. Valentim foi procurado pela diretoria do Sport-PE para assumir o time no ano que vem. O problema é que os pernambucanos lutam contra o rebaixamento e enfrentam o Corinthians, campeão da competição. Se cair para a Série B, Valentim deve negar o pedido e seguir no Palmeiras. Se o Sport se manter na Série A, ele deve viajar para acertar.

E Zé Roberto?

O veterano Zé Roberto, que se aposentou na última partida, não fará parte da comissão técnica como muitos estão confundindo. Ele trabalhará ao lado de Mattos e Cícero Souza na administração do futebol, cuidando diretamente do diálogo dos jogadores com a diretoria de futebol. A ideia é usar o expertise e o conhecimento do jogador para tentar abafar possíveis problemas entre jogadores.

Publicidade

Esse cargo, aliás, faltou em 2017. Roger Guedes teve problemas com o elenco e ninguém conseguiu resolver. Após a saída de Cuca, o atacante foi afastado temporariamente para uma reciclagem.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo