Após anunciar, em reunião com a diretoria do Santos, que não iria renovar seu vínculo com o clube, o meia Lucas Lima que vinha sendo alvo de fortes críticas da torcida santista foi afastado do restante do elenco e não atua mais pelo alvinegro praiano. Sua última partida foi na derrota contra o Bahia no domingo, 19.

O provável destino do meia é a capital paulista onde, segundo fontes, tem um acordo apalavrado como Palmeiras, clube com o qual Lucas teve inúmeras polêmicas na maioria das vezes derivadas de brincadeiras e provocações nas redes sociais. Mas nem tudo é ruim para o Santos que irá ceder seu jogador ao Palmeiras de graça.

Com a saída do meia que recusou uma renovação de contrato com salários de 600 mil reais o Santos terá mais dinheiro para repatriar antigos ídolos como Gabriel Barbosa que será dispensado pelo Benfica, Robinho que hoje atua pelo Atlético-MG, Diego jogador que teve um bom início de ano pelo Flamengo mas muito contestado pela torcida e Paulo Henrique Ganso que nunca conseguiu deslanchar na Europa e pertence ao Sevilla.

Destes quatro dois tem maior possibilidade de voltar, são eles Ganso e Gabriel. Ganso está fora dos planos do Sevilla nos últimos dois meses, o jogador só atuou em uma partida pela equipe espanhola. Já Gabriel será devolvido pelo Benfica á Inter de Milão e o Santos tem a intenção de contratar o jogador por empréstimo, pagando metade do salário que gira em torno de 500 mil reais.

Outro ponto positivo que ajuda o Santos nessas repatriações é o fator Thiago Ribeiro. O jogador que recebe o mesmo salário de Lucas Lima também está de Saída do clube, sendo assim mais uma verba extra para contratações.

Lembrando que as eleições para presidente no Santos ocorrem no dia 9 de dezembro com quatro chapas disputando a presidência do clube, dentre eles estão Modesto Roma que tenta sua reeleição como mandatário do peixe, José Carlos Peres, Nabil Khaznadar ambos foram candidatos na ultima eleição para presidência e Andrés Rueda.

Segundo o estatuto em época de eleições para a presidência do clube a diretoria não pode contratar [VIDEO] nem vender jogadores, salvo casos de empréstimos e contratações de jogadores livres. Logo a torcida do alvinegro precisará esperar até que a nova direção esteja montada para saber qual dos antigos ídolos do clube voltara á Vila Belmiro.

O Santos ainda tem duas partidas validas pelo Brasileirão deste ano e tenta assegurar sua vaga direta para a fase de grupos da libertadores do ano que vem.