Para muitos, o Fluminense já cumpriu a sua meta no Campeonato Brasileiro ao derrotar a Ponte Preta por 2 a 0 na última segunda (20), no Maracanã, evitando, assim, o rebaixamento para a Série B. No entanto, o resultado devolve as esperanças de o Tricolor alcançar uma vaga na próxima Taça Libertadores da América. A tarefa, porém, não é das mais simples. Como, se vencer seus dois jogos restantes no Brasileirão, alcança, no máximo, o oitavo lugar, a equipe das Laranjeiras, atualmente na 14.ª posição, necessitará de uma série de resultados.

Publicidade
Publicidade

Inicialmente, torcerá para o Grêmio conquistar a atual Libertadores. Nesse caso, a zona de classificação do torneio continental se transformaria de G-7 para G-8, podendo ser ainda G-9, caso o Flamengo levantasse o título da Sul-Americana.

Além disso, Atlético-MG, Vasco e Bahia precisariam tropeçar diante de seus próximos adversários. Lembrando que o Galo enfrenta o Corinthians (fora) e o Grêmio (casa), o Gigante da Colina vai a Minas pegar o Cruzeiro e decide sua sorte contra a Ponte Preta, em São Januário, e a agremiação de Salvador, na Arena Fonte Nova, encara a Chapecoense e encerra a sua participação no Morumbi, diante do São Paulo.

Publicidade

Apesar da esperança da Libertadores renascer, nos bastidores, todos sabem que o mais fácil é o Fluminense, em 2018, ser um dos representantes brasileiros na Copa Sul-Americana. Para isso, necessita ficar entre os treze melhores colocados. Nesse caso, o grande concorrente seria o São Paulo, que, antes do Bahia na última rodada, visita o Coritiba no Couto Pereira.

Nesta terça (21), às 16h (de Brasília), o Fluminense se reapresenta no CT Pedro Antônio, na Barra da Tijuca, bairro da zona oeste do município do Rio de Janeiro.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
PaixãoPorFutebol Fluminense

No sábado, a partir das 17h (de Brasília), o time carioca, novamente no Maracanã, terá o Sport-PE, equipe que luta contra o rebaixamento, pela frente. Para esse compromisso, o técnico Abel Braga garantiu que utilizará a sua força máxima, mas, em entrevista concedida após o jogo contra a Ponte, levantou a possibilidade de escalar o jovem Matheus Alessandro, um dos destaques da temporada, desde o início. Nesse caso, ele poderia entrar na vaga de Marcos Júnior ou Abel pensaria em um esquema mais ofensivo com três atacantes, sacando o apoiador equatoriano Junior Sornoza e recuando Gustavo Scarpa para a criação das jogadas.

Em 36 rodadas disputadas no Campeonato Brasileiro, o Fluminense somou 46 pontos.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo