A Federação Internacional de voleibol (FIVB) sorteou, nesta quinta-feira (30), os grupos do Campeonato Mundial Masculino de 2018. Sob o comando do técnico Renan Dal Zotto, a Seleção Brasileira [VIDEO] se prepara para enfrentar adversários tradicionais já na primeira fase do torneio, disputado na Itália e Bulgária.

O objetivo maior é reconquistar o título mundial perdido na última competição, em 2014, para a Polônia, na casa do adversário. Naquele ano, após três títulos seguidos, em 2002, 2006 e 2010, o Brasil foi derrotado pelos poloneses, na final, por 3 a 1 (18-25, 25-22, 25-23, 25-22).

De 10 a 30 de setembro, seis cidades italianas e três búlgaras receberão as 24 seleções classificadas.

Uma das ausências mais sentidas é a da Alemanha, ganhadora da medalha de bronze no último Mundial. Os cabeças de chave são: Brasil, no grupo B, líder do ranking mundial; Itália, no grupo A, quarta no ranking e organizadora do torneio; EUA, no grupo C, vice-líder; Bulgária, no grupo D, 14ª e também organizadora.

Na primeira fase, os times foram divididos em quatro chaves de seis, passando os quatro primeiros de cada grupo para a seguinte. Terminada a segunda etapa, as seis seleções com melhor pontuação disputarão a terceira em Turim, na Itália, cidade que também sediará as disputas das semifinais e das medalhas de bronze e ouro. No total, vão acontecer 96 jogos nas cidades de Sofia, Varna e Ruse, na Bulgária; e Bari, Bolonha, Florença, Milão, Roma e Turim, na Itália.

No sorteio, realizado no histórico Palazzo Vecchio, em Florença, o Brasil ficou no grupo B.

Confira todas as chaves:

Grupo A

Itália, Argentina, Japão, Bélgica, Eslovênia e República Dominicana

Grupo B

Brasil, Canadá, França, Egito, China e Holanda

Grupo C

Estados Unidos, Rússia, Sérvia, Austrália, Tunísia e Camarões

Grupo D

Bulgária, Polônia, Irã, Cuba, Finlândia e Porto Rico.

A Rússia detém o maior número de títulos conquistados (6), incluindo os da antiga União Soviética; seguida do Brasil (3); Itália (3); Polônia (2) e EUA (1). A extinta Tchecoslováquia venceu em 1956 e 1966, enquanto a Alemanha Ocidental foi campeã em 1970.

Já o Mundial Feminino de Vôlei de 2018 será realizado no Japão, nas cidades de Yokohama, Sapporo, Kobe, Hamamatsu, Nagóia e Osaka, de 29 de setembro a 20 de outubro. Vitoriosa em várias competições internacionais, inclusive olímpicas, a Seleção Brasileira jamais conquistou o título mundial. Em 2014, na Itália, a seleção dos EUA foi a campeã e o Brasil ficou com a medalha de bronze.