O ano de 2017 foi muito rico no Futebol, com algumas surpresas inesperadas. Os valores dos jogadores estão cada vez mais inflacionados e o brasileiro Neymar bateu todos os recordes, com uma transferência [VIDEO] que deixou os torcedores do Barcelona de queixo caído. Não ficou por aí o PSG, além de Neymar, foi ainda mais longe, conseguindo ainda a segundo maior transferência de sempre e, em um só mercado de transferências, os franceses gastaram mais de 400 milhões de euros (1,59 bilhão de reais) em apenas dois jogadores. O Barcelona também aproveitou para gastar algum do dinheiro recebido pelo atacante brasileiro e conseguiu também uma transferência astronômica.

Como o ano não poderia terminar sem nova loucura, o Liverpool acabou de anunciar a contratação do defensor mais caro da história do futebol, deixando os técnicos Mourinho e Guardiola surpreendidos.

Confira a lista das 10 contratações mais loucas deste 2017

1) Neymar - O brasileiro quebrou todos os registros no mercado de transferências. Os 222 milhões de euros (882 milhões de reais) que o Paris Saint-Germain pagou ao Barcelona tornaram o jogador brasileiro no mais caro da história do futebol. Entretanto, ele já é ídolo em Paris e o PSG vai liderando na França e é um dos favoritos na Champions League.

2) Mbappé - O francês de 19 anos é a grande promessa do futebol mundial. Após uma época sensacional no Mônaco, ele foi sondado pelo Real Madrid, mas acabou elegendo o time de sua cidade.

Os parisienses fizeram outro desembolso astronômico: 180 milhões de euros (715 milhões de reais). Está formando junto com Neymar e Cavani um trio assombroso no ataque do PSG.

3) Dembélé - O Barcelona tremeu [VIDEO] com a saída de Neymar e sentiu dificuldades para encontrar o substituto à altura do brasileiro. Os catalães queriam Philippe Coutinho, mas não conseguiram sua contratação e Dembélé, de 20 anos, chegou como a solução possível. O francês forçou sua saída do Borussia de Dortmund e o Barcelona pagou 105 milhões (417 milhões de reais) por ele. Infelizmente, ele se lesionou em setembro e não pode ainda ajudar Messi e Suarez no ataque do time.

4) Lukaku - O belga foi uma das maiores surpresas da temporada, quando trocou o Everton pelo Manchester United por 90 milhões de euros (357 milhões de reais). O belga já era bem conhecido de Mourinho quando o treinador português o rejeitou no Chelsea. Agora, pagou uma fortuna pelo goleador.

5) Diego Costa - Foi uma das maiores surpresas. O jogador nascido no Brasil não contava para o técnico Antonio Conte, no Chelsea, e assinou seu regresso a Madrid já em setembro.

O espanhol só vai jogar em janeiro, mas poderá ainda ajudar muito a equipe de Simeone, Atlético der Madrid que é o rival mais próximos do Barcelona na luta pelo título de La Liga.

6) James Rodríguez - Por falar em surpresas, nenhuma outra bate o colombiano. O jogador ajudou muito o Real Madrid na última temporada, especialmente quando saía do banco. Porém, foi com surpresa que ele foi anunciado no Bayern de Munique, por empréstimo, um acordo válido por dois anos, em que os bávaros ficam com opção de compra de 40 milhões de euros (158 milhões de reais) no final desse empréstimo, se assim o quiserem.

7) Virgil van Dijk - Foi a última bomba de 2017. O Liverpool anunciou a contratação do zagueiro do Southampton neste final de dezembro, que se tornou no defensor mais caro da história. Nunca antes tinham sido pagos 85 milhões de euros (337 milhões de reais) por um zagueiro. Os Reds, de Klopp, bateram o Manchester City, Barcelona e Chelsea, clubes que também o queriam.

8) Leo Bonucci - O italiano chocou a todos quando trocou a Juventus pelo Milan. Os rossoneri pagaram 40 milhões (158 milhões de reais) pela transferência do zagueiro, que assinou por cinco anos e se tornou o jogador mais bem pago da Série A na Itália.

9) Ederson - O brasileiro se tornou o segundo goleiro mais caro do mundo, quando o Manchester City aceitou pagar 40 milhões de euros (159 milhões de reais) por ele ao Benfica. Somente Buffon foi mais caro: a Juventus pagou 52 milhões de euros (206,7 milhões de reais) ao Parma, em 2001, pelo agora lendário goleiro italiano.

10) Monchi - É o único não jogador da lista, mas nunca a transferência de um diretor esportivo foi tão badalada. Ele era um ícone em Sevilha, mas partiu para Roma, sendo famoso por ter ‘’descoberto’’ craques como Baptista, Alves, Bacca ou Rakitic, entre muitos outros jogadores de classe mundial.