O comentarista da ESPN Brasil, Jorge Nicola, durante o programa Bate-Bola Debate desta segunda-feira (18), disse que o centroavante Henrique Dourado, artilheiro do Campeonato Brasileiro ao lado do corintiano Jô [VIDEO], não seguirá no Fluminense [VIDEO]e seu destino será outra equipe de três cores.

Segundo o jornalista, o destino de Henrique deverá ser o time do Grêmio, que por sua vez não terá mais Lucas Barrios, que revelou sua saída horas após a derrota para o Real Madrid na decisão do Mundial de Clubes no último sábado (16). Jael é outro atacante que também não deve ficar no atual campeão da Copa Libertadores “Há uma boa chance dele se mudar para Grêmio.

O Grêmio entendeu que investimento no Barrios é muito caro para renovar o contrato”, disse o comentarista. “O Jael também tem chance de não ficar”, completou o comentarista.

Somando todas as competições, em 2017 Henrique Dourado, ou Ceifador, já que comemora seus gols como se estivesse cortando uma garganta, participou de 73 partidas com a camisa do #Fluminense e balançou as redes em 34 oportunidades. Ele chegou ao time carioca no início deste ano, tendo assinado contrato por quatro temporadas.

Henrique começou a carreira no União São João de Araras, passando em seguida por São Caetano, Cianorte e Chapecoense. Jogou pelo Mogi Mirim, em 2012, e no ano seguinte ganhou sua primeira oportunidade em um time grande de São Paulo, ao ser contratado pelo Santos. Sua passagem pelo Peixe, no entanto, se resumiu a três jogos e nenhum gol marcado.

No mesmo ano jogou pela Portuguesa, onde foi campeão da Série A2 do Campeonato Paulista. Em 2013, defendeu o Palmeiras, marcando 18 gols em 39 jogos. Ele teve ainda uma rápida passagem pelo Cruzeiro e Vitória de Guimarães, de Portugal, até chegar às Laranjeiras nesta temporada.

Registrou boletim de ocorrência

Vítima de agressão sofrida por torcedores do Flamengo, o atacante Marquinhos Calazans registou boletim de ocorrência na 27ª Delegacia da Polícia Civil na Vila da Penha. Ele estava acompanhado de familiares e advogados quando prestou depoimento.

Na última quarta-feira (13), mesma noite da final da Copa Sul-Americana, ele estava em uma lanchonete acompanhado da namorada e um casal de amigos, quando passou a ser provocado por dois torcedores rubro-negros após ser reconhecido.

Eles então deixaram o local e foram para uma lanchonete ao lado, porém foi perseguido pela dupla de provocadores, que ficavam cada vez mais violentos e partiram para a agressão, atingido justamente o joelho operado recentemente pelo jogador. Um torcedor do Fluminense, que estava no local, e um funcionário do estabelecimento, conseguiram apartar a confusão. #PaixãoPorFutebol #Mercado da bola