Menos de um mês após a conquista da Copa Libertadores da América e uma semana depois do histórico duelo contra o Real Madrid, o Grêmio já começa a viver o grande drama dos times que alcançam sucesso em uma temporada no futebol brasileiro: a saída de jogadores [VIDEO]. E uma das primeiras peças que pode deixar o clube é um importante jogador na vitoriosa campanha [VIDEO] do título continental.

Autor de um dos gols na vitória contra o Lanús, da Argentina, na final da Libertadores, o atacante Fernandinho não chegou a um acordo de renovação com a diretoria gremista e pode deixar o clube, que considerou alta a contraproposta feita pelos representantes do atleta de 32 anos.

O vice-presidente de futebol do Tricolor, Odorico Roman, disse em entrevista à Rádio Gaúcha os motivos pelo não acerto com o jogador. De acordo com o dirigente, o clube passa por uma readequação financeira e pretende cortar gastos elevados e por conta disso diminuir os salários. “Embora tenha sido uma contribuição importante durante o ano, não é possível renovar com as bases que eram antes”, declarou Roman, que também cravou que no momento não existe acerto, a menos que ele mude de posição. Do contrário, ele deverá mesmo deixar a Arena.

Fernandinho havia começado a temporada na reserva mas foi alçado à titularidade após a saída de Pedro Rocha, se tornando uma das principais peças do time montado por Renato Portaluppi. Ele atuou 58 vezes na temporada, anotando 12 gols, sendo oito deles no Campeonato Brasileiro, sendo artilheiro da equipe gaúcha.

Volta dos emprestados

Se Fernandinho está saindo, outros jogadores estão chegando ao Grêmio, ou melhor, retornando. Emprestado ao Coritiba, o atacante Henrique Almeida pode ser aproveitado pelo time na próxima temporada, embora ainda não haja a confirmação por parte do clube que isso irá ocorrer.

Pelo menos outros dois jogadores que defenderam outras camisas nesta temporada também podem retornar para ficar, como é o caso de Guilherme e Lima. O primeiro fez um bom ano com o Botafogo e volta para ser uma opção para o setor de ataque gremista. Já o meia Lima se destacou na campanha do Ceará na Série B, que culminou no acesso do time nordestino para a elite do futebol brasileiro.

O volante Moises, que estava na Chapecoense, além do centroavante Nicolas Careca e do lateral-esquerdo Iago, que estavam no Figueirense, são outros que também devem voltar ao Tricolor. Todos eles devem se reapresentar, juntamente com os jogadores que não foram ao Mundial, no dia 5 de janeiro.