O Botafogo fez uma temporada considerada positiva [VIDEO]porque foi longe na Copa do Brasil e Libertadores. A equipe carioca mostrou um bom Futebol ao seu estilo, sobe o comando de Jair Ventura, que se destacou e recebeu muitos elogios. Porém, tudo começou a mudar nos últimos jogos do Brasileirão, onde a equipe caiu de rendimento e acabou ficando de fora da Libertadores da América.

Jair Ventura, que está há mais de um ano no comando botafoguense, virou alvo de parte dos torcedores e agora pode deixar o clube. O Santos é o principal interessado, há uma multa de 800 mil reais para a rescisão, mas de acordo com o jornalista Bruno [VIDEO]Voloch, em matéria publicada no Gazeta Esportiva, disse que se a multa for paga o clube não irá se opor.

Nelson Mufarrej, o próximo presidente do Botafogo defende a tese que Jair Ventura deve ficar para 2018. Porém, alguns dirigentes não veem bem assim e acreditam que ninguém no clube é insubstituível.

Jair Ventura sempre esteve entre os treinadores mais admirados do futebol brasileiro. A parte principal é por conta do seu estilo de jogo, mais defensivo e organizado, conseguiu grandes resultados na temporada. O Botafogo acabou sofrendo com a falta de um grande grupo e isso prejudicou o seu trabalho nos últimos meses.

Em caso de uma possível saída de Jair Ventura, o clube terá que buscar no mercado outro treinador, mas dificilmente encontrará um com o mesmo perfil. O mercado não tem grandes opções, deixando complicando a sua substituição à altura.

Todos esperavam uma classificação para a Libertadores, porém, mesmo com muitas vagas disponíveis, o time despencou de rendimento nos últimos jogos e não se classificou para a disputa da Libertadores.

O Santos, equipe que mais demonstra interesse em contar com o treinador, estará na competição continental em 2018 e isso pode ser uma carta na manga para tentar tira-lo do alvinegro carioca.

No mercado

O clube está trabalhando para montar um elenco mais forte para 2018. Porém, alguns nomes importantes em 2017 não ficarão, dificultando assim a vida botafoguense. Victor Luís irá para o Palmeiras, Roger foi para o Internacional e Bruno Silva tem tudo para jogar no Cruzeiro em 2018.

O sistema ofensivo deve ganhar reforços, mas como não tem muito dinheiro em caixa, se torna mais difícil trazer reforços. A tendência é usar alguns dos seus atletas com pouco espaço como moeda de troca e assim tentar deixar o elenco mais poderoso.