O Palmeiras já contratou três reforços para 2018: o meia Lucas Lima, ex-Santos, o lateral Diogo Barbosa, ex-Cruzeiro, e o zagueiro Emerson Santos, ex-Botafogo-RJ. O goleiro Weverton, do Atlético Paranaense, está muito perto de ser anunciado como o mais novo defensor alviverde. O Palmeiras aceitou pagar R$ 2 milhões de forma parcelada. Assim o time paranaense definiu liberar o goleiro antes da hora, já que seu contrato terminava somente em maio.

A diretoria ainda busca alguns nomes para fechar o elenco. O lateral Rafinha, do Bayern de Munique, ainda está no radar palmeirense, mesmo sendo considerada uma negociação muito difícil. O time alemão não quer que o atleta saia e uma reunião na próxima semana pode definir uma nova proposta tentadora. Se o jogador de fato quiser jogar no Brasil, as conversas ficarão abertas e o Palmeiras sai na frente.

O grande trunfo alviverde é Alexandre Mattos, executivo de Futebol. Considerado um dos melhores profissionais do Brasil no segmento, Mattos coloca na mesa todos os prós de defender o Palmeiras. O Centro de Treinamento reformado e toda a estrutura, além da condição financeira firme que atravessa o Palmeiras, são pontos a favor para bater o martelo por qualquer nome.

E Gustavo Scarpa?

O negócio com o meia Gustavo Scarpa estava praticamente fechado.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Futebol Palmeiras

O Fluminense aceitou os nomes que o Palmeiras iria mandar. O problema maior agora é que o atacante Roger Guedes não quer jogar no time carioca. Guedes quer seguir no Palmeiras ou ir para o exterior.

Outro agravante é que dois grandes clubes da Europa querem o jogador. Segundo o UOL Esporte, a Lazio (Itália) e o Fehnerbaçe (Turquia) entraram forte para levar o garoto de 23 anos. Scarpa estava em Hortolândia, interior de São Paulo, recebendo título da Câmara Municipal.

Ele aproveitou para se reunir com membros da OTB Sports, empresa que gerencia a sua carreira. Conversou e não deixou nada certo.

O Palmeiras está forçando o negócio e está disposto a melhorar os valores e os jogadores. A única negativa alviverde foi mandar Alejandro Guerra para os cariocas. Na visão da diretoria palestrina, Guerra ainda tem muito o que mostrar e evoluir vestindo a camisa alviverde.

Destaque da Copa Libertadores da América do ano passado, o atleta deve receber mais chances e ter um olhar mais apurado de Roger Machado, novo técnico.

A situação com Scarpa deve ser resolvida na próxima semana. Será que ele vestirá verde?

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo