O Palmeiras [VIDEO] já pensa em 2018. Antes mesmo de o Campeonato Brasileiro acabar, o Verdão já iniciou o planejamento [VIDEO]. As chegadas de Emerson Santos, Diogo Barbosa e Lucas Lima, de Botafogo-RJ, Cruzeiro e Santos respectivamente, comprovam as ações.

Eliminado das principais competições que disputou, o clube não quer cair no mesmo erro. Não quer mais priorizar nenhum tipo de campeonato. Vai entrar na disputa do Campeonato Paulista para tentar o título e não vai poupar nenhum jogador.

Roger Machado, novo técnico alviverde, tentará impor seu estilo de jogo já na pré-temporada. Com perfil da escola gaúcha, Machado vai apostar em defesa sólida e em contra-ataques rápidos, abrindo ainda mais espaço para Keno e Willian e fazendo com que Miguel Borja trabalhe ainda mais para se manter na equipe.

Reforço travado

A diretoria entende que o grupo precisa de mais um goleiro. Fernando Prass, com contrato renovado, encerra as atividades no final de 2018. Jaílson, substituto absoluto, ainda tem chances de começar o ano como titular. Desde que chegou, o goleiro não perdeu um único sequer como titular.

Para minimizar a experiência negativa, o #Palmeiras contatou o goleiro Weverton, do Atlético Paranaense. Campeão Olímpico, Weverton entra no perfil do clube. No domingo (3), o jogador foi afastado e não encarou o Palmeiras pela última rodada do Brasileiro. Estava tudo certo para fechar. Pois bem, estava.

Segundo o site do jornal O Estado de São Paulo, a diretoria paranaense pediu uma contrapartida para liberar o goleiro antes do término de seu vínculo (o contrato vai até final de maio): ou o depósito de R$ 3 milhões ou a liberação de dois jogadores em definitivo.

Ambas as propostas foram negadas pelo Palmeiras, que segue negociando.

Existe uma pequena possibilidade de o clube paulista liberar uma verba, mas nem de perto dos R$ 3 milhões pedidos. A decisão deve sair na próxima semana.

Ranking atualizado

Apesar do ano ruim, o Palmeiras comemorou o fato de voltar a liderar o ranking da Confederação Brasileira de #Futebol. O Cruzeiro, atual campeão da Copa do Brasil, divide o primeiro lugar com o Verdão. O Corinthians, que faturou o Campeonato Brasileiro edição 2017, está na sexta posição.

Além do ranking, o clube comemorou o fato de ser vice-campeão Nacional. A posição rendeu mais de R$ 11 milhões para os cofres. Como o clube investiu quase R$ 100 milhões em reforços, o retorno de aproximadamente 10% do investimento foi considerado um bom negócio pela diretoria financeira.

Agora faltam os resultados em campo. Virão em 2018? #Mercado da bola