O Botafogo já sabe que dificilmente permanecerá com Bruno Silva para a disputa da próxima temporada. O jogador se destacou e acabou virando um xodó para o torcedor, mas agora está na mira do Cruzeiro e Internacional. O clube gaúcho sabe da sua qualidade técnica e está disposto a liberar algum jogador para o Botafogo.

O alvinegro teria interesse em Pottker, atacante do Internacional, mas o time de Odair Hellmann não pretende liberá-lo tão cedo. Por conta disso, outro grande jogador da equipe do Rio Grande do Sul está na pauta alvinegra. De acordo com o jornalista Lucas Collar, da Pan Gaúcha, Valdívia pode jogar no Botafogo.

O jornalista publicou em seu Twitter o interesse botafoguense na troca por Bruno Silva. O grande problema para a concretização da negociação é o vínculo de Valdívia [VIDEO]com o Atlético Mineiro, já que está emprestado até o fim do próximo campeonato mineiro.

Além de Valdívia, o Internacional daria uma compensação financeira ao alvinegro, para assim fechar a ida de Bruno Silva ao Futebol gaúcho para 2018.

Valdívia é atleta do Internacional desde 2013. Lá começou bem, mostrando um grande futebol [VIDEO], mas acabou se machucando e assim caiu de rendimento. Porém, tem apenas 23 anos e muita rodagem, podendo ser um bom negócio para o Botafogo em caso de uma venda futura.

Atuando no Atlético Mineiro, ele tenta voltar a jogar como nos velhos tempos e pode ser mais uma opção para Jair Ventura em 2018.

O Cruzeiro também tem interesse em Bruno Silva, mas o Botafogo queria Arrascaeta em troca, porém, a equipe mineira também não facilitará, deixando o negócio em aberto.

Bruno Silva foi contratado após se destacar pela Chapecoense. Mostrou um grande futebol quando chegou no Glorioso por empréstimo. No ano passado, foi o autor do gol em cima do Grêmio que levou o clube à Libertadores da América, depois disso, teve o contrato renovado, assinando por dois anos.

O seu vínculo tem mais um ano de duração. Apenas 40% da sua multa rescisória iria para os cofres botafoguenses. Além disso, em caso de permanência, no mês de junho, pode assinar um pré-contrato com qualquer outra equipe e assim deixar o Botafogo de graça.

Pensando em 2018, a diretoria quer mudanças e assim deixar um grupo mais equilibrado para Jair Ventura. Após se destacar no início do ano, o clube sofreu nos últimos jogos do Brasileirão, principalmente com as poucas opções que o técnico tinha em mãos. Por consequência não foi para a Libertadores.