O Palmeiras [VIDEO] planeja o ano de 2018 com todo cuidado. Já confirmados, Lucas Lima, Emerson Santos e Diogo Barbosa iniciam a pré-temporada com o elenco em janeiro visando a disputa dos campeonatos do ano. O Campeonato Paulista, por exemplo, será disputado com bastante seriedade pelo clube e foi um pedido do presidente Maurício Galiotte. Em reunião com Alexandre Mattos, executivo de #Futebol, ficou definido que a disputa do Estadual será importante e que nenhum torneio será priorizado.

A Crefisa, patrocinadora do clube, pressiona indiretamente por novas taças. Com investimentos passando dos R$ 100 milhões, a empresa deseja [VIDEO] ver o #Palmeiras 'linkado' com glórias e títulos, comemorando e mostrando a marca da empresa na televisão.

A venda de camisas também aumenta, melhorando ainda mais a exposição da marca parceira.

Até a chegada do último reforço, a Crefisa não investiu dinheiro ainda para a próxima temporada. Mas foi solicitada para ajudar com um nome: o zagueiro Pablo, ex-Corinthians.

O jogador rescindiu com o Alvinegro e ficou sem clube para jogar. Com várias propostas na mão, Pablo decidiu que vai defender o Verdão na próxima temporada. Quem garantiu a proximidade do acerto foi o empresário do atleta neste sábado. Fernando César garantiu que o negócio está muito próximo de ser concretizado. O Atlético Mineiro também fez proposta, mas os números do Palmeiras foram mais interessantes.

A chegada de Pablo deixa a diretoria mais tranquila com a possibilidade de Yerry Mina viajar e assinar em definitivo com o Barcelona.

O time espanhol não se decide se vai levar o zagueiro em janeiro ou em julho. A ideia é ter um grande substituto para o colombiano e não deixar Roger Machado sofrer com o setor defensivo.

Mais reforços

Outro jogador que se aproximou bastante do Palmeiras nos últimos dias é Gustavo Scarpa, do Fluminense. O time carioca, em situação financeira ruim, quer alguns atletas para compor o elenco. Em troca topa ceder o meio-campista. Scarpa foi muito cobrado pela torcida e não gostou. Por vezes marcou gols e não comemorou em sinal de protesto. O clima entre ele e os torcedores não é nada bom nas Laranjeiras, corroborando ainda mais com a ideia de mudar de ares.

Erik, Roger Guedes e Hyoran podem ser envolvidos na troca. Eles serão ouvidos na próxima semana se realmente desejam vestir a camisa do tricolor e mudar para o Rio de Janeiro. Se sinalizarem positivamente, o Palmeiras bate o martelo e não coloca dinheiro. #Mercado da bola