O Vasco fez um segundo turno digno da sua história. Após se garantir na primeira divisão, o clube lutou e conseguiu uma vaga na Libertadores. Sobe o comando de Zé Ricardo, a equipe mostrou um grande Futebol e se transformou em uma das melhores do segundo turno do Brasileirão.

Já pensando no ano que vem, a diretoria trabalha para manter os jogadores que se destacaram e também pela saída de atletas que foram pouco utilizados ao longo da temporada. De acordo com Lucas Pedrosa, jornalista do Esporte Interativo, Manga Escobar, jogador que mostrou um bom futebol no início da sua passagem pelo Vasco, não está nos planos da equipe carioca para o ano que vem.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Futebol

O atleta chegou sem grande expectativa. Nos primeiros jogos [VIDEO]acabou jogando bem, mas as semanas foram se passando e acabou perdendo espaço e ganhando poucas chances na reta final do Campeonato Brasileiro.

Com a saída do atleta a diretoria terá mais chances de trazer um jogador que tenha mais espaço e assim ajude na disputa da Libertadores [VIDEO]da América.

Boatos também dizem que o jogador teve alguns problemas de disciplina, prejudicando assim a sua passagem pelo clube e fazendo com que perca ainda mais espaço. Em 2018, o Vasco pretende trazer mais jogadores de ataque, já que nessa temporada acabou sofrendo com a ausência de Luís Fabiano e não quer passar por isso no ano que vem.

Durante a sua passagem pelo clube foram 19 partidas disputadas, marcando 2 gols nesse período. A tendência é voltar para o futebol colombiano, ao menos que surja outra equipe brasileira com interesse no jogador, fato pouco provável nesse momento.

Reforços

Jean se destacou na sua posição na temporada, com o carinho da torcida, se tornou um dos símbolos do Vasco.

Porém, seu passe pertence ao Corinthians e há grandes chances da equipe paulista pedir a sua volta, fazendo assim com que o Cruz-Maltino tenha que buscar no mercado um substituto.

Além disso, Luís Fabiano se tornou um desfalque constante, fazendo com que a equipe tivesse muito mais dificuldade para conseguir os seus pontos. A diretoria deve buscar no mercado um nome para fazer sombra ao jogador de 37 anos e aumentar as opções para o técnico Zé Ricardo.

Os jogadores da base devem ganhar ainda mais espaço no ano que vem. Essa temporada foi um exemplo que a base pode ser a solução de muitos problemas. Com vários destaques, eles ajudaram o clube a conseguir a tal sonhada vaga na Libertadores após anos fora.