O bom início de jogo do Flamengo não foi suficiente para sustentar um bom resultado. Apesar de ter saído na frente do Independiente, na Argentina, com um belo gol de cabeça do zagueiro e capitão Réver, o Flamengo não suportou a pressão e perdeu por 2x1. Giglioti e Meza fizeram os gols dos argentinos.

Desta forma, o time de Avellaneda sai na frente na grande decisão da Copa Sul-americana. Na próxima quarta-feira, ocorre a finalíssima no Maracanã, no Rio de Janeiro, e o Flamengo força uma decisão na prorrogação e posteriormente nos pênaltis se vencer no tempo normal por qualquer diferença de 1 gol.

Não há saldo qualificado na decisão.

"Não tem muito do que reclamar. Foi um jogo difícil. Perdemos pelo placar mínimo e agora podemos reverter no Rio de Janeiro", disse o experiente zagueiro Juan.

O desgaste entre as viagens para a Colômbia e para Salvador na última semana pesaram fisicamente e o Flamengo decaiu em alguns momentos da partida. Através do Brasileirão, o Fla já se garantiu na próxima edição da Libertadores, mas tenta fechar o ano com um novo título continental.

Em 2017, o rubro-negro venceu apenas o Campeonato Carioca e foi vice-campeão na Copa do Brasil diante do Cruzeiro, em Minas.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo