A longa espera acabou. A partir das 15h desta terça-feira - horário de Brasília -, o Grêmio faz sua estreia no Mundial e mede forças contra o mexicano Pachuca, pela semifinal da competição. Do outro lado da chave, Real Madrid e Al-Jazira definem na quarta-feira o outro finalista. Mesmo com a possibilidade do duelo contra os merengues em uma eventual final, o Grêmio prega o discurso de humildade e foco apenas no Pachuca.

Com relação ao time que vinha sendo utilizado ao longo do ano, o técnico Renato Gaúcho tem apenas um grande desfalque para montar a equipe inicial. O volante Arthur, por conta de uma lesão sofrida no tornozelo esquerdo, durante a final da Libertadores contra o Lanús, sequer viajou aos Emirados Árabes.

A tendência é que Michel seja escalado e forme dupla de volantes com Jaílson.

Nesta segunda, véspera da estreia, Renato e o capitão gremista Pedro Geromel cumpriram o protocolo do torneio e deram entrevista coletiva. Prudente, o comandante da equipe evitou falar do Real Madrid e pregou foco único no primeiro jogo contra os mexicanos.

"Não tem sentido ficar falando do Real Madrid, temos é que pensar no Pachuca. Até porque o Real Madrid [VIDEO] também tem um jogo. Ninguém sabe o que vai acontecer ali na frente. O nosso objetivo é o jogo contra o Pachuca e passar pela semifinal. Com todo o respeito aos rivais, mas o Grêmio veio aqui para ganhar", projetou o treinador.

Geromel, por outro lado, tratou de fazer elogios ao time do México e amenizou a fraca atuação do Pachuca nas quartas de final.

No sábado, sem jogar bem, os mexicanos precisaram da prrorogação para vencerem por 1x0 o Wydad Casablanca, do México.

Neste jogo, uma das atrações foi a participação do experiente goleiro mexicano Óscar Pérez, titular absoluto e capitão do Pachuca. Com 44 anos e 1,72m, o arqueiro chamou a atenção por sua forma física e está confirmado no time contra o Grêmio [VIDEO].

Pedro Rocha viaja e será mais um torcedor tricolor

Se o Grêmio está pronto para jogar novamente um Mundial, isso muito se deve ao atacante Pedro Rocha. No ano passado, ele fez dois gols na final da Copa do Brasil sobre o Atlético-MG e abriu caminho para a conquista do título, que garantiu o time na Libertadores deste ano.

Nela, o atacante vinha sendo um dos destaques nas fases iniciais da competição. Antes de deixar o clube rumo ao Spartak Moscou, da Rússia, Pedro já tinha somado quatro gols na Libertadores e era referência no ataque tricolor. Em agosto, ele deixou o clube naquela que foi a transferência mais cara da história do Grêmio - aproximadamente 12 milhões de euros.

Mesmo longe, ele nunca deixou de demonstrar apoio e gratidão ao Grêmio. Várias vezes utilizou suas redes sociais para publicar vídeos e mensagens de força nos jogos do clube. Agora, como um autêntico torcedor, ele aproveita o recesso do futebol russo no final do ano para viajar até os Emirados Árabes. Ele estará com a delegação do clube no hotel em Al-Ain e depois torcerá da arquibancada contra o Pachuca.

Provável escalação do Grêmio

Renato não tem muitas dúvidas sobre o time que vai mandar a campo. O seu pensamento é de que não há sentido mudar aquilo que deu certo ao longo do ano e que resultou no tricampeonato da Libertadores. Tendo como único desfalque de maior peso Arthur, a tendência é que Michel seja escalado como titular na mesma base já bem conhecida pela torcida gremista.

Sendo assim, o provável tricolor para Grêmio x Pachuca no estádio Hazza Bin Zayed, em Al Ain, tem Marcelo Grohe; Edílson, Pedro Geromel, Kannemann e Bruno Cortez; Jaílson, Michel, Ramiro, Luan e Fernandinho; Lucas Barrios.

A Globo, a FOX Sports e o SporTV anunciam transmissão ao vivo da partida.