O Palmeiras está montando o time de 2018. Algumas saídas já foram confirmadas, assim como alguns reforços. O meia Lucas Lima, do Santos, o zagueiro Emerson Santos, do Botafogo-RJ, o lateral-esquerdo Diogo Barbosa, do Cruzeiro, e o goleiro Weverton, do Atlético Paranaense, já foram anunciados como reforços.

A contratação de Weverton foi a mais contestada tanto interna quanto externamente. No entanto, a estratégia palmeirense já é lidar com a aposentadoria de Fernando Prass em dezembro. O goleiro fará sua última temporada como profissional e pretende encerrar a carreira no Alviverde.

Após a saída de Prass, Jaílson e Weverton devem brigar pela posição.

A possibilidade Jaílson assumir a meta, claro, é muito maior. O goleiro não perdeu nenhum jogo desde que assinou com o Verdão.

Saídas

Após a conclusão da chegada de alguns reforços, o Palmeiras iniciou a reformulação do elenco e saídas aconteceram. Egídio deixou o elenco e vai vestir a camisa do Cruzeiro em 2018. O jogador foi muito contestado pela torcida após perder pênalti contra o Barcelona do Equador pela Libertadores da América. De quebra, ainda xingou um torcedor no aeroporto na volta do elenco de Salvador, quando o Palmeiras perdeu por 3 a 1 para o Vitória.

O atacante Erik será jogador do Atlético Mineiro, assim como Arouca, volante que já foi anunciado pelos mineiros.

Atacante de saída

Além de Erik e Arouca, o Atlético Mineiro quer outro jogador do Verdão: Roger Guedes. O jogador pode ir para Minas Gerais por intermédio do Banco BMG que está disposto a comprar o passe total do atacante.

Guedes não deu certo no Palmeiras. Desde que chegou se envolveu em polêmicas dentro e fora de campo. Contratado junto ao Criciúma, Guedes acabou afastado assim que Cuca foi demitido do Verdão. A justificativa da diretoria foi que ele precisava de uma reciclagem por questão comportamental. Ou seja, Guedes não era mais bem quisto pelo grupo.

Para finalizar as polêmicas, Guedes estava envolvido em negociação com Fluminense, onde o Palmeiras receberia o meia Gustavo Scarpa [VIDEO]. Estava tudo certo, até que o jogador disse que não queria mais vestir a camisa do clube carioca. A negativa causou problemas no negócio e todas as conversas foram pausadas momentaneamente. Com o ruído, o Corinthians resolveu entrar nas conversas e oferecer outros jogadores. O Alvinegro Paulista, com sérios problemas financeiros, não deve assustar o Palmeiras na contratação, mas com certeza deve inflacionar um pouco mais o custo de Scarpa.