Agredido por torcedores do Flamengo em uma lanchonete [VIDEO], horas após a final da Copa Sul-Americana, o meia-atacante do Fluminense [VIDEO] #Marquinhos Calazans fará, ainda nesta terça-feira (26), um exame de ressonância magnética para avaliar se houve danos no joelho esquerdo, recém-operado, e um novo procedimento cirúrgico no local não está descartado. Apenas agora, após o local desinchar, será possível fazer esse exame.

Na ocasião, ele estava acompanhado de sua namorada, que também sofreu agressões. Eles prestaram depoimento na 27.ª DP, na Vila da Penha, e a polícia busca imagens de câmeras de segurança do estabelecimento para tentar identificar os agressores.

O joelho de Calazans teve que ser operado em setembro, depois de ele se machucar na partida contra o Atlético Goianiense, ainda pela última rodada do primeiro turno do Campeonato Brasileiro. Inicialmente, o retorno do atleta aos gramados estava previsto para ocorrer em fevereiro, mas agora o prazo para sua volta passa a ser uma incógnita, pelo menos até saírem os resultados dos exames feitos nesta terça.

Calazans estava em uma lanchonete acompanhado da namorada e um casal de amigos quando foi reconhecido por dois homens que vestiam a camisa do Flamengo, que passaram a provocá-lo. Eles então decidiram ir para outro estabelecimento, mas a dupla os seguiu e passou a provocá-los. O jogador ainda tentou dialogar com os vândalos, mas eles, cada vez mais agressivos, desferiram um primeiro chute, que acertou a namorada.

Na tentativa de defendê-la, ele acabou atingido justamente no joelho operado. Um torcedor do #Fluminense e um funcionário da lanchonete ajudaram a apartar a confusão.

Saiu do CTI

O único filho do técnico da categoria sub 20 do Fluminense, Léo Percovich, a sobreviver a um grave acidente, ocorrido no último dia 16, recebeu alta do Centro de Tratamento Intensivo (CTI) pediátrico da Santa Casa de Misericórdia, em Juiz de Fora, onde estava internado. Ele foi levado para o Hospital Albert Sabin e está agora no mesmo quarto que sua mãe, porém ambos ainda não têm previsão de receber alta.

Já o treinador do sub 20, conforme informou a assessoria de imprensa do hospital, terá alta em breve, porém a data ainda é incerta. As outras duas filhas do treinador, uma de cinco anos e outra de 10, não resistiram aos ferimentos e morreram.

O acidente ocorreu quando família seguia do Rio de Janeiro para Minas Gerais. De acordo com a polícia rodoviária Federal, o veículo trafegava na BR-040 quando, ao passar por um viaduto, a roda dianteira direita bateu contra o meio fio, o carro perdeu o controle e despencou de uma altura de 20 metros. #PaixãoPorFutebol