O Futebol catarinense está de luto. Na manhã desta-quinta-feira (21), o Avaí informou [VIDEO] que uma de suas jovens promessas, o volante Renanzinho, de apenas 20 anos, morreu após dois anos [VIDEO] de intensa luta contra um tumor no cérebro. Ele estava internado há 15 dias e seu quatro vinha apresentando piora.

Renanzinho era nascido em Ariquemes (RO) e há seis anos estava na capital catarinense, onde integrou as categorias de base do Avaí, sendo um dos destaques do time na disputa da Copa São Paulo de Futebol Júnior em 2015.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Futebol

Um problema de visão, detectado ainda no início do ano passado provocou a descoberta do tumor e desde então ele vinha lutando contra a doença, tendo ainda passado por duas cirurgias, o que resultou na retirada de 70% do tumor, que estava estava no tronco cerebral, invadindo o terceiro e quarto ventrículo, perto de uma região que controla os movimentos e a respiração.

A segunda intervenção cirúrgica deixou sequelas graves e o atleta ficou com a movimentação da parte direita do corpo comprometida e, por conda disso, recebeu uma cadeira de rodas do clube.

O clube emitiu uma nota de pesar nas redes sociais, lamentando o falecimento de seu atleta. O velório ocorrerá no período da tarde, no estádio Ressacada, em Florianópolis e o local do sepultamento ainda será decidido por seus familiares. O jogador já havia disputado 31 jogos com a camisa do Leão e anotado um gol.

A morte do jogador também foi lamentada por outros clubes do estado. O Figueirense foi um dos que manifestou condolências através das redes sociais. “O Figueirense Futebol Clube se solidariza com a família do atleta Renanzinho e pede que Deus dê a serenidade e a calma necessárias em um momento tão difícil”, escreveu em seu perfil no Twitter.

“Deixamos os nossos sinceros sentimentos e a certeza de que acima de adversários, somos irmãos”, escreveu a Chapecoense, também através de suas redes sociais. Já Joinville se manisfestou escrevendo "o Joinville Esporte Clube e a Nação Tricolor se solidarizam aos amigos avaianos e a família do atleta. Descanse em paz, Renanzinho!"

Clubes de outros estados também mandaram mensagens de apoio como o Corinthians, Flamengo, Fortaleza, Paraná Clube, Cruzeiro, Santos, Paysandu, Ponte Preta, Vitória, ABC de Natal, América Mineiro e Atlético Mineiro. Até mesmo o perfil em português do Wolfsburg, da Alemanha, enviou uma mensagem de apoio ao clube e aos familiares do atleta.