O Internacional está buscando no mercado nomes para compor o elenco de 2018. A equipe volta da segunda divisão e quer voltar a ser protagonista no Futebol nacional. A montagem do elenco já começou desde o fim da Série B, Roger já foi contratado e Bruno Silva também pode chegar.

Mas não para por aíi. De acordo com o Zero Hora, o Internacional está monitorando mais um reforço para compor o elenco de Odair Hellmann. O nome da vez seria Julio Buffarini, jogador argentino que atua no São Paulo e não deve permanecer na equipe paulista na próxima temporada.

Ele foi campeão da Libertadores em 2014 pelo San Lorenzo e foi contratado a pedido de Bauza, então técnico da equipe paulista.

Sem espaço, o Internacional o vê com bons olhos e não deve ter dificuldade da equipe paulista em uma liberação para jogar no Rio Grande do Sul.

Ainda de acordo com a publicação do jornal gaúcho, a diretoria do Inter fez um contato com o São Paulo, ouvindo que não haveria nenhuma dificuldade na liberação do atleta para o Colorado. O seu vínculo com o time paulista é válido até 2019, mas como não jogou bem no Brasil [VIDEO], está fora dos planos de Dorival Junior para o ano que vem.

Um problema que pode acabar prejudicando o negócio pelo argentino é o seu salário. Isso porque a equipe de São Paulo não vê problemas na sua liberação, mas em contraproposta quer que o Internacional pague integramente o seu salário, que hoje gira em torno de 210 mil reais.

A lateral é uma posição onde o clube [VIDEO]gaúcho quer se reforçar e o negócio terá novos capítulos nos próximos dias.

O primeiro reforço para 2018 foi Roger, atacante que mostrou um bom futebol no Botafogo e acabou sendo contratado para ser uma opção no banco de reservas.

Outro negócio que ainda dará muito o que falar é sobre Bruno Silva. O atleta está na mira do Inter e o do Cruzeiro, restando agora ver qual será a equipe que fará o melhor negócio para o alvinegro carioca. O time mineiro parece está na frente da negociação, nomes fortes como Arrascaeta e Rafinha podem ser envolvidos. Já pelo Inter se falam em Pottker, jogador que já esteve na mira do Botafogo, mas o negócio acabou não acontecendo.

O clube vem da segunda divisão e não está bem financeiramente. Por conta disso pode haver troca de jogadores e prioridade na contratação de atletas que estão em fim de contrato, evitando assim pagar multa rescisória e aos poucos dando mais qualidade técnica ao grupo que disputará a primeira divisão em 2018.