O #Palmeiras está de olho em mais reforços para a próxima temporada. O executivo Alexandre Mattos, o presidente Maurício Galiotte e Leia Pereira, dona da Crefisa, analisam algumas possibilidades. Leila deve ser acionada para ajudar financeiramente a chegada dos próximos jogadores. Lucas Lima, Emerson Santos, Diogo Barbosa e Weverton não tiveram aportes da patrocinadora e chegaram com dinheiro do próprio clube, comprovando assim que o Verdão não depende de forma majoritária da parceira.

Se por um lado jogadores estão chegando, por outro o clube está se desfazendo de alguns nomes. Egídio, Arouca e Erik, por exemplo, já foram negociados com Cruzeiro e Atlético Mineiro respectivamente.

E ainda outros atletas vão deixar as dependências da Academia de #Futebol.

Reviravolta por Scarpa

A quarta-feira foi bastante produtiva no Palmeiras. Uma reunião aconteceu com o atacante Roger Guedes e ele já se mostra favorável para defender o Fluminense em 2018. Guedes era a peça-chave da troca e negou jogar no Rio de Janeiro. A negativa causou um enorme mal-estar entre os clubes e Scarpa começou a ser oferecido para rivais do Verdão.

No entanto, os clubes rivais não têm o mesmo poderio financeiro e não podem garantir premiações e contrato mais longo. Já no Palmeiras a situação é bastante [VIDEO] diferente.

O que atraiu e fez Roger Guedes mudar de opinião é a chance de ter sequência no Tricolor Carioca. No Palmeiras ele seria 'encostado' ou emprestado para outra equipe. O técnico Roger Machado já conversou com a diretoria e confirmou que Guedes não faz parte dos planos para a temporada.

Em Luque, no Paraguai, Galiotte acompanha o sorteio dos grupos da Copa Libertadores da América. O presidente Alviverde está na sede da Conmebol para conhecer as equipes que o Palmeiras enfrentará na fase de grupos. Por lá, Galiotte reafirmou a vontade de contar com Scarpa, mas ressaltou a dificuldade do negócio. Além disso, o mandatário palmeirense disse que está 'respeitando todas as pessoas envolvidas no negócio'.

Guedes é um ativo do Palmeiras e merece tal respeito. Mas o jogador precisará escolher entre ficar na berlinda em São Paulo ou ter chances [VIDEO] de ser protagonista no Rio de Janeiro. A diretoria carioca acredita que o atleta terá desempenho bastante diferente por lá.

Se Scarpa chegar, ele deve se juntar ao elenco para a pré temporada. O Palmeiras estuda fazer a preparação no Centro de Treinamento de São Paulo e economizar com viagens. #Mercado da bola