O Palmeiras é o clube mais atuante no Mercado da bola. Por enquanto, confirmou as chegadas de Lucas Lima, Emerson Santos, Diogo Barbosa, Weverton e Marcos Rocha. O clube é bastante elogiado no mercado por conta das chegadas chamadas de 'cirúrgicas', ou seja, trouxe jogadores pontuais para algumas posições.

Além das contratações, o Alviverde Paulista também teve que se desfazer de alguns atletas. Para a chegada do lateral Marcos Rocha, por exemplo, Roger Guedes foi para o Atlético Mineiro. O lateral esquerdo Egídio, bastante contestado pela torcida, principalmente após perder pênalti na Copa Libertadores da América contra o Barcelona do Equador, voltou para o Cruzeiro.

Arouca e Erik também vestirão a camisa do Galo Mineiro.

Aos poucos, o elenco do Palmeiras vai sendo trabalhado e reduzido. A ideia é que 34 jogadores façam parte do grupo. Inserindo três goleiros (Fernando Prass, Jaílson e Weverton), sobram 'apenas' 31 vagas.

Vai ser emprestado

O lateral João Pedro iria ser aproveitado no elenco principal junto com Victor Luiz. Mas Roger Machado mudou de ideia e autorizou que ele fosse negociado. O Bahia venceu a briga com Atlético Paranaense e Chapecoense e deve selar o negócio até o dia 05 de janeiro. Os salários serão pagos integralmente pela equipe baiana, que não pagará nada na transferência temporária.

Victor Luiz já está em São Paulo e inicia a pré-temporada com o elenco palmeirense. Machado tem muito apreço pelo jogador e deve tentar utilizá-lo na equipe titular.

Expectativa grande

A torcida do Palmeiras está com uma expectativa muito grande para ver o meia Lucas Lima [VIDEO] em campo. O jogador deve estrear no próximo dia 17 de janeiro, no Allianz Parque, contra o Santo André, pelo primeiro compromisso no Campeonato Paulista. O jogador é aguardado também pela diretoria, que espera ter o investimento retribuído em campo.

O executivo Alexandre Mattos não conseguiu ter sucesso em duas negociações: com o meia Gustavo Scarpa [VIDEO], do Fluminense, e com Rafinha, do Bayern de Munique. Com Scarpa não rolou porque Roger Guedes não quis jogar no Rio de Janeiro e não aceitou ser moeda de troca. Já o lateral do Bayern, não conseguiu se acertar para deixar a Alemanha e seguirá por lá. Existe uma pequena chance de um diálogo acontecer e mudar a ideia, mas nada garantido. Internamente, o Palmeiras já trata como impossível.

O atacante Ricardo Goulart, que está na China, ainda é uma possibilidade viável para o ataque. Novas conversas acontecerão no começo do primeiro mês do ano.