O Palmeiras é o clube mais atuante no Mercado da bola. Por enquanto, confirmou as chegadas de Lucas Lima, Emerson Santos, Diogo Barbosa, Weverton e Marcos Rocha. O clube é bastante elogiado no mercado por conta das chegadas chamadas de 'cirúrgicas', ou seja, trouxe jogadores pontuais para algumas posições.

Além das contratações, o Alviverde Paulista também teve que se desfazer de alguns atletas. Para a chegada do lateral Marcos Rocha, por exemplo, Roger Guedes foi para o Atlético Mineiro.

Publicidade
Publicidade

O lateral esquerdo Egídio, bastante contestado pela torcida, principalmente após perder pênalti na Copa Libertadores da América contra o Barcelona do Equador, voltou para o Cruzeiro. Arouca e Erik também vestirão a camisa do Galo Mineiro.

Aos poucos, o elenco do Palmeiras vai sendo trabalhado e reduzido. A ideia é que 34 jogadores façam parte do grupo. Inserindo três goleiros (Fernando Prass, Jaílson e Weverton), sobram 'apenas' 31 vagas.

Vai ser emprestado

O lateral João Pedro iria ser aproveitado no elenco principal junto com Victor Luiz.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Futebol Palmeiras

Mas Roger Machado mudou de ideia e autorizou que ele fosse negociado. O Bahia venceu a briga com Atlético Paranaense e Chapecoense e deve selar o negócio até o dia 05 de janeiro. Os salários serão pagos integralmente pela equipe baiana, que não pagará nada na transferência temporária.

Victor Luiz já está em São Paulo e inicia a pré-temporada com o elenco palmeirense. Machado tem muito apreço pelo jogador e deve tentar utilizá-lo na equipe titular.

Publicidade

Expectativa grande

A torcida do Palmeiras está com uma expectativa muito grande para ver o meia Lucas Lima em campo. O jogador deve estrear no próximo dia 17 de janeiro, no Allianz Parque, contra o Santo André, pelo primeiro compromisso no Campeonato Paulista. O jogador é aguardado também pela diretoria, que espera ter o investimento retribuído em campo.

O executivo Alexandre Mattos não conseguiu ter sucesso em duas negociações: com o meia Gustavo Scarpa, do Fluminense, e com Rafinha, do Bayern de Munique.

Com Scarpa não rolou porque Roger Guedes não quis jogar no Rio de Janeiro e não aceitou ser moeda de troca. Já o lateral do Bayern, não conseguiu se acertar para deixar a Alemanha e seguirá por lá. Existe uma pequena chance de um diálogo acontecer e mudar a ideia, mas nada garantido. Internamente, o Palmeiras já trata como impossível.

O atacante Ricardo Goulart, que está na China, ainda é uma possibilidade viável para o ataque. Novas conversas acontecerão no começo do primeiro mês do ano.

Publicidade

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo