O Palmeiras [VIDEO] precisou das cobranças de pênaltis para vencer o Corinthians [VIDEO] e ficar com o título da edição 2017 da Copa do Brasil Sub-17 em jogo ocorrido nesta quinta-feira (30 de novembro), realizado no Pacaembu, em São Paulo. Foi o segundo jogo válido pela decisão do torneio nacional.

No tempo normal, o Corinthians venceu por 1 a 0. O gol da vitória corintiana foi marcado por Mascarenhas. Como na partida de ida, disputada na Arena Corinthians, o Palmeiras saiu com a vitória também pelo placar de 1 a 0, o resultado motivou a disputa por pênaltis. Foi também o término da invencibilidade do time alviverde no torneio nacional, depois de seis vitórias e dois empates

Foi o primeiro título do Palmeiras na Copa do Brasil Sub-17.

O jogo

Precisando da vitória, o Corinthians teve a melhor chance de gol no primeiro tempo. Lucas Piton escapou pela esquerda e acertou um chute cruzado para a defesa do goleiro palmeirense Magrão. No rebote da defesa de Magrão e com liberdade para chutar, Giovanny chutou para fora, numa incrível chance desperdiçada de gol. Enquanto o Palmeiras, mesmo com a chance corintiana desperdiçada, tentava usar da boa vantagem que tinha do primeiro jogo e ter o jogo controlado, liderado e conduzido pelas boas jogadas do meia Alan, destaque técnico do time sub-17 do Verdão, além da boa atuação do meio-campista Patrick.

Jogo do Palmeiras tentando ser controlado, placar mudado aos 24 minutos do segundo tempo. Após longo lançamento do zagueiro Ronald, a zaga palmeirense não cortou e Vitinho recebeu o lançamento, dando andamento a jogada num cruzamento certeiro para Mascarenhas, que tinha acabado de entrar na partida, entrar livre e concluir de maneira certeira para o gol, o único da partida no tempo normal.

O Corinthians ainda tentou pressionar, as duas equipes chegaram a ter importantes chances (pelo menos uma para cada), mas o placar permaneceu no 1 a 0 para o Corinthians.

Antes do término do tempo normal e pensando na disputa de pênaltis, o técnico do Palmeiras Artur Itiro fez uma interessante substituição: substituiu o goleiro titular Magrão pelo reserva Lucas Bergantin.

A estratégia deu resultado, visto a decisiva participação de Bergantin, ao defender as penalidades cobradas pelos corintianos Ronald e Piracicaba. Pelo Palmeiras, o paraguaio Anibal errou, porém Alan, Patrick, Luan e Esteves acertaram as demais cobranças do lado palmeirense. Pelo lado corintiano, Vitinho, Mascarenhas e Giovanny marcaram, mas os dois erros nos pênaltis para o time alvinegro pesaram. No fim, vitória alviverde nos pênaltis por 4 a 3 e título inédito.