Com apresentação marcada para a próxima quarta, no CT Pedro Antônio, na Barra da Tijuca, o Fluminense [VIDEO] teve uma sexta voltada mais para os bastidores. Em entrevista concedida ao programa Momento Esportivo, da Rádio Brasil, do Rio de Janeiro, o CEO do clube carioca, Marcus Vinícius Freire, reafirmou que a dispensa de oito atletas da última quinta faz parte de uma política de adequação à nova realidade financeira. O dirigente também aproveitou para confirmar que três dos parceiros da temporada passada terão seus compromissos renovados e duas grandes empresas estão sendo contactadas, a fim de uma delas ser a patrocinadora master do Futebol profissional até o fim da gestão Pedro Abad.

"Temos três patrocinadores renovados para 2018. Essa forma de profissionalizar o clube mudou a percepção. Conversamos com dois grandes para um termos o patrocinador da equipe pelos próximos dois anos", comentou o dirigente.

Fora dos planos, o zagueiro Henrique, que tinha contrato com o Fluminense até dezembro de 2018, já tem novo destino. Por intermédio do Twitter, Ronaldo Giovanelli, ex-goleiro do Corinthians e, atualmente, comentarista da Rede Bandeirantes, cravou o acerto do defensor com o Alvinegro de Parque São Jorge. Os termos desse acordo, porém, não foram divulgados. De acordo com a diretoria do Tricolor, o goleiro Diego Cavalieri, o lateral-direito Wellington Silva, o zagueiro Arthur, os meias Robert, Higor Leite e Marquinhos e o atacante Maranhão, outros dispensados, também deverão ser recolocados em outras equipes do futebol brasileiro.

No dia seguinte à reapresentação, o Fluminense [VIDEO] ruma para os Estados Unidos, onde realizará a pré-temporada e participará da Florida Cup, torneio internacional que conta com agremiações tradicionais. No dia 12, o Tricolor das Laranjeiras enfrenta o PSV Eindhoven, da Holanda e, no dia 15, o adversário será o Barcelona de Guayaquil, do Equador.

O primeiro compromisso oficial do Fluminense [VIDEO] em 2018 acontece no dia 17 de janeiro, no Elcyr Resende, em Bacaxá, distrito do município de Saquarema, diante do Boavista, válido pela abertura do Campeonato Carioca. Além de buscar o 32º título do Estadual do Rio de sua história, o Tricolor tentará, no ano que vem, os bis da Copa do Brasil e da Copa da Primeira Liga, a inédita taça da Copa Sul-Americana, garantindo, assim, a vaga na Taça Libertadores da América de 2019 e o penta do Campeonato Brasileiro.