A rodada de encerramento do Campeonato Brasileiro de 2017, acontecida no último domingo, gerou duas preocupações no torcedor do Fluminense: o técnico Abel Braga [VIDEO] permanecerá no cargo? Como será o elenco para o ano que vem? Participando da festa de encerramento da competição nacional na sede da CBF, o presidente do clube, Pedro Abad, tentou dar uma acalmada nos tricolores.

Sobre o treinador, o mandatário da equipe das Laranjeiras lembrou da identificação com o clube e acredita que, até o final desta semana, haverá um consenso pela sua permanência.

"Todos nós queremos que o Abel fique. É um cara identificado com o clube.

Acho que a gente vai ter um final feliz essa semana", declarou Abad, que também garantiu um time mais forte para a próxima temporada.

"2017 foi um ano complicado, bastante difícil pela questão orçamentária. Mas 2018 a gente vislumbra um horizonte melhor para montar um elenco competitivo. O torcedor vai ficar satisfeito", complementou, sem, no entanto, descartar algumas saídas.

"É o mercado que vai dizer. Todo bom jogador interessa a outros clubes" - encerrou o presidente ao ser questionado sobre os rumores de possíveis interessados no zagueiro Henrique, o meia Gustavo Scarpa e o centroavante Henrique Dourado, artilheiro do Brasileirão com 18 gols ao lado de Jô, do Corinthians.

Com contrato até dezembro de 2018, Abel Braga fez algumas exigências para cumprir esse vínculo. Uma delas é dar um perfil mais experiente ao grupo.

Outros pedidos foram regularizar a situação dos salários atrasados dos jogadores e a nomeação de um vice-presidente de futebol, função vaga desde a saída de Fernando Veiga.

O Fluminense teve um desempenho bastante irregular na temporada que acabou no final de semana. No Campeonato Carioca, a equipe verde, branco e grená chegou a ser elogiada, mas, na final, não resistiu ao Flamengo, ficando com o vice. Na Copa do Brasil, o time parou nas oitavas-de-final diante do Grêmio. Na Copa Sul-Americana, a agremiação das Laranjeiras passou por Liverpool, do Uruguai, Universidad Católica e LDU, ambos de Quito, capital do Equador, mas, nas quartas-de-final, foi eliminado novamente pelo Flamengo. Na Copa da Primeira Liga, onde era o atual campeão, ficou ainda na segunda fase, perdendo para o Londrina, que, mais tarde, viria a ficar com o título. Finalmente, no Campeonato Brasileiro [VIDEO], teve um desempenho de altos e baixos, amargando um modesto 14º lugar.

Em 2018, o Flu voltará a disputar o Estadual, a Primeira Liga, a Copa Sul-Americana, a Copa do Brasil e o Brasileirão.