Saídas, chegadas, rumores e possível volta de um ídolo para cargo executivo marcaram a agitada semana do São Paulo.

A primeira saída foi a do goleiro Denis, que vestiu a camisa do Tricolor paulista por nove anos. Em um post nas redes sociais, o goleiro agradeceu ao clube e aos amigos que fez dentro do São Paulo e disse que o mesmo é como sua segunda casa pelo longo tempo em que lá esteve. Ao todo foram 172 jogos pelo Soberano, entre 2009 e 2017.

Publicidade
Publicidade

Denis foi reserva do ídolo Rogério Ceni durante boa parte de sua estada no tricolor. Quando Ceni se aposentou, com algumas falhas, o jogador perdeu a confiança da torcida, fazendo com que o clube apostasse em mais dois goleiros, Renan Ribeiro e Sidão, fazendo com que novamente Denis perdesse espaço no Morumbi. O jogador ainda não decidiu em qual clube jogará na próxima temporada.

Outra saída que movimentou o São Paulo foi a do diretor executivo de futebol, Vinícius Pinotti, que pediu demissão no início da tarde desta quarta-feira (6).

Publicidade

O motivo teria sido o fato de Vinícius não concordar com muitas das decisões tomadas pelo atual presidente, Carlos Augusto de Barros e Silva, por isso decidiu por não seguir no clube em 2018. Com isso, o mais cotado para assumir o cargo de Vinícius no São Paulo é Raí, ídolo do clube. Raí já havia sido avaliado pela atual gestão, que chegou a conclusão de que o ex-jogador tem experiência e currículo suficiente para assumir um cargo de coordenação.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
São Paulo FC

Enquanto nada é decidido no Morumbi, o advogado Alexandre Pássaro será o responsável pela função vaga até que um novo nome seja indicado.

Voltando aos jogadores, a situação do goleiro Lucas Perri é observada pelo Guarani, clube tradicional de São Paulo que disputará a serie B do Brasileirão no próximo ano. O time de Campinas busca um goleiro para 2018, por isso está de olho em Lucas, de 19 anos, que é uma aposta para a meta do tricolor paulista.

O São Paulo por sua vez tinha planos de usar o goleiro como segundo reserva imediato na próxima temporada, porém com a possível vinda de Jean do Bahia, a negociação de Lucas se torna algo muito viável. Ajudaria no amadurecimento do profissional, que pode vir a disputar campeonatos de alto nível, como a Serie B e o Campeonato Paulista.

O Bugre aguarda um sinal do Tricolor para avançar com as negociações.

Publicidade

Além disso, precisa definir o futuro de seus dois atuais goleiros: Leandro Santos, que está sem vinculo, e Passarelli, que tem contrato até o meio do ano que vem.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo