Depois de Ricardo Oliveira, [VIDEO]que não renovou seu contato e se transferiu para o Atlético Mineiro, Kayke, que não teve seu empréstimo renovado, e também Nilmar, que após ficar afastado por problemas de saúde rescindiu seu contrato, o Santos está bem perto de perder [VIDEO] mais um atacante. Pouco aproveitado durante a temporada, o colombiano Vladimir Hernández também é outro que pode tomar a porta de saída da Vila Belmiro.

Segundo informações publicadas pelo portal Esporte Interativo, o atacante tem conversas adiantadas com o Junior Barranquilla, clube o qual foi ídolo na Colômbia. O acerto com o Santos seria um empréstimo válido por uma temporada.

​"Não temos nada acertado, mas nos interessa muito que venha”, disse em uma rádio local Antonio Char, presidente do clube colombiano, cujo um dos seus torcedores mais ilustres é a cantora Shakira. “O importante é que o jogador quer voltar e nós também estamos interessados em seu retorno”, completou.

Revelado pelo próprio clube, onde se profissionalizou em 2008 e disputou 236 partidas, marcando 42 gols. Já com a camisa do Santos foram 25 jogos e dois gols marcados, um deles logo em sua estreia, quando fez de bicicleta em um amistoso contra o Kenitra do Marrocos, no estádio do Pacaembu.

Dispensando

Efetivado como técnico do Santos nas rodadas finais do Campeonato Brasileiro, Elano não continuará na Vila Belmiro em 2018. Como não será aproveitado pela nova comissão técnica, o presidente José Carlos Peres decidiu dispensar o ex-jogador.

Eles serão comunicados oficialmente da decisão no dia 3, quando o elenco se reapresenta visando os trabalhos de pré-temporada.

Alçado ao cargo de treinador após a demissão de Levir Culpi, Elano dirigiu o Peixe nos sete jogos finais, tendo conquistado três vitórias, um empate e três derrotas. O Santos terminou a competição com os mesmos 63 pontos que o Palmeiras, mas ficou em terceiro lugar por ter menos vitórias.

O Santos em 2018 será dirigido por Jair Ventura, que fez um bom trabalho à frente do Botafogo. Porém, o pagamento da multa rescisória, estipulada em 800 mil reais, é o que tem impedido o anúncio oficial por parte do Peixe. Atravessando crise financeira, o time paulista estuda alternativas para fazer o acerto, tendo cogitado até mesmo oferecer atletas como parte do pagamento.

O Santos volta a campo no dia 17 de janeiro, quando viaja até a cidade de Lins para encarar o Linense em jogo de estreia do Campeonato Paulista. O duelo será às 19h30, no estádio Gilberto Siqueira Lopes.