Um dos técnicos a conseguir a façanha de começar e terminar a temporada no mesmo clube dentre os times da Série A, Abel Braga, já decidiu seu futuro no time do Fluminense. Mesmo com o tricolor carioca fazendo campanha bem abaixo do esperado e sendo eliminado pelo maior rival na Copa Sul-Americana, ele seguirá dirigindo o clube das Laranjeiras em 2018. E um motivo especial foi um fator a mais para ele seguir no comando do time.

Apesar de seu contrato com o Fluminense ser válido até o final do ano que vem, nas últimas semanas, Abel foi cotado para dirigir o Palmeiras e recentemente esteve na mira do Internacional.

Publicidade
Publicidade

O primeiro acabou fechando a contratação de Roger Machado, enquanto o segundo efetivou o interino Odair Hellmann.

Uma reunião com o presidente Pedro Abad definiu as bases do trabalho que será feito na próxima temporada. Um dos assuntos em pauta, de acordo com o portal Globo Esporte, foram os atrasos de salários dos atletas, que era uma das grandes preocupações do treinador.

Outro detalhe também motivou a permanência de Abelão: com 294 partidas, ele está a apenas três de se tonar o segundo técnico com mais jogos à frente do time.

Publicidade

Ele está atrás do uruguaio Ondino Viera, que esteve no banco de reservas em 297 duelos, mas bem distante do recordista máximo, que é Zezé Moreira com 474 jogos. Ele está em sua terceira passagem pelo clube. A primeira delas foi em 2005, quando foi campeão estadual. A segunda, e mais longa até então, foi entre 2011 e 2013, quando voltou a ser campeão carioca e ainda conquistou o Campeonato Brasileiro.

Essa meta foi citada por Abel em um comunicado enviado pela assessoria de imprensa do clube para anunciar a permanência do treinador.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
PaixãoPorFutebol Fluminense

“Desde que voltei, disse que queria chegar a ser o segundo treinador a dirigir por mais vezes o clube”, disse o treinador, revelando que esse era um dos motivos por não ter aceitado uma proposta vinda da China e também outros times brasileiros.

O presidente do Fluminense, Pedro Abad, também se manifestou após a decisão do técnico. Ele gravou um vídeo em que falou sobre a alegria e satisfação de seguir trabalhando com Abel em 2018. “O Abelão vai continuar com a gente!

Uma pessoa de caráter ímpar e uma identificação muito grande com o nosso Tricolor”, disse.

No último Campeonato Brasileiro, o Fluminense terminou na 14º posição com 47 pontos, garantindo a última vaga na Copa Sul-Americana. “Tenho a certeza que no próximo ano, a gente vai ter um resultado esportivo muito melhor”, disse.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo