A negociação com o zagueiro Pablo já durava desde o fim do Campeonato Paulista com o Corinthians. Porém, na penúltima rodada do Brasileirão, o defensor acabou não se acertando com a diretoria [VIDEO]e ambas as partes desistiram do negócio. A torcida não gostou, ficou ao lado da diretoria e criticou durante a atitude do jogador, principalmente pelos altos valores envolvidos na negociação.

Nos dias seguintes, o seu destino mudava, uma hora estava certo com o Flamengo, Atlético Mineiro ou Palmeiras.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Futebol

Porém, de acordo com a ESPN Brasil, o destino do defensor pode ter uma reviravolta muito grande. A informação é que o Corinthians foi procurado há poucos dias pelo seu empresário, Fernando César, dando assim um início a novas negociações para uma possível continuação do defensor no Parque São Jorge.

O empresário acabou falando em entrevista que o jogador estava em negociações [VIDEO]com o Palmeiras. Porém, essa atitude acabou pegando mal no alviverde, que praticamente desistiu da sua contratação.

Após o fim da sua passagem pelo Parque São Jorge, vários possíveis destinos apareceram, porém, os altos valores envolvidos na negociação fizeram a transferência não evoluir. Informações dizem que o empresário pediu 500 mil reais mensais, além de 4 milhões de luvas e 10% para o empresário. Esses valores assustaram o Palmeiras.

Sem se falar de 11 milhões de reais que precisam ser pagos ao Bordeaux, clube francês que é dono dos seus direitos econômicos, mas mesmo ele se destacando no Futebol paulista, não deve te-lo de volta a França.

Uma eventual reviravolta e um acerto com o Timão para os próximos anos está surpreendendo a todos.

Isso porque com o anúncio da desistência corintiana pelo seu futebol, o torcedor tomou partido, e o zagueiro que outrora era aplaudido, foi criticado e chamado de mercenário pela grande massa corintiana.

Lado corintiano

Não se nega a ninguém da grande dificuldade corintiana de encontrar um substituto para o defensor. Vários jogadores mais jovens foram sondados, mas a direção pretende contratar um nome com mais peso, porém, não está encontrando no mercado grandes opções que caibam no bolso do clube. Henrique, zagueiro do Fluminense, por exemplo, esteve na mira, mas o alvinegro teria que pagar 500 mil reais somente em salários e isso fez com que esfriasse a possibilidade.

Pablo tem identificação com o clube, está adaptado e entrosado com os seus companheiros. Esses fatores aumentam as chances de um final feliz para ambas as partes envolvidas.