Com a saída iminente do Atlético Mineiro, aliado ao fato das conversas com o Flamengo terem esfriado [VIDEO], ainda mais após a redução de um ano para seis meses da suspensão do peruano Paolo Guerrero, a cúpula do Fluminense se animou com a possibilidade [VIDEO] de um possível retorno do artilheiro Fred e já até prepara uma proposta, dentro de sua realidade, para tentar seduzir o jogador. Também lhe será oferecido um cargo no clube assim que ele decidir pendurar as chuteiras.

Nesta quinta-feira (21), durante a entrevista coletiva para a apresentação de Paulo Autuori, o presidente Pedro Abad revelou que já havia feito um primeiro contato com o empresário do jogador, mas afirmou que não queria dar falsas esperanças ao torcedor.

“A gente teve contato com o agente dele também. Mas isso é o máximo que a gente pode dizer”, disse o mandatário na ocasião. “É óbvio que o Fluminense sempre pensa em um dia tê-lo de volta”, seguiu o dirigente. “Não se trata de criar falsas esperanças, ou não. A gente está se movimentando, está analisando”, completou

No entanto, trazer Fred de volta para as Laranjeiras não deve ser das tarefas mais simples. Antes de mais nada, o jogador teria que aceitar reduzir seus vencimentos. Se especula que ele receba algo em torno de 800 mil reais mensais no Atlético e que iria ganhar certa de um milhão no Rubro-Negro.

Para não comprometer a folha de pagamento do clube, outros jogadores também teriam que deixar o clube. Os mais cotados são Gustavo Scarpa, que ainda não tem seu destino definido, e Henrique Dourado, que pode estar trocando de Tricolor, indo jogar no Grêmio.

Vindo do Lyon, da França, Fred chegou ao Fluminense durante a temporada de 2009, ficando até o começo do ano passado, quando se transferiu para o Atlético Mineiro. Na ocasião ele afirmou que estava sendo fritado pelo então presidente Peter Siemsen, que por sua vez alegou que o jogador que tinha pedido para sair. Em 288 partidas em que vestiu a camisa tricolor, ele marcou 172 gols, se tornando o terceiro maior artilheiro do clube. Dentre os principais títulos pelo clube, estão dois brasileiros, conquistados em 2010 e 2012.

Datas definidas

A Conmebol divulgou nesta sexta-feira (22) as datas dos confrontos da primeira fase da Copa Sul-Americana. O Fluminense, que irá encarar os bolivianos do Nacional de Potosí, faz o primeiro jogo no Maracanã, no dia 11 de abril, às 21h45, e faz a volta, na casa do adversário, no dia 10 de maio, às 21h30.