Não bastasse todo o clima de instabilidade política, a fraca campanha na Taça Guanabara e prestes a estrear na segunda fase preliminar da Copa Libertadores da América, o Vasco passa a conviver com um novo problema: a debandada de jogadores. Depois de Nenê, [VIDEO] nesta segunda-feira outro jogador deixou o Gigante da Colina.

Alegando o não recebimento do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) por período superior a três meses, o argentino Damián Escudero conseguiu na Justiça sua liberação do clube carioca. Com isso, ele agora está liberado para defender qualquer outro time do Brasil ou do exterior.

Escudero chegou ao Vasco [VIDEO] no final de 2016 e na temporada passada fez apenas 20 jogos e não marcou gols.

A competição em que ele mais atuou foi no Campeonato Carioca, com um total de nove partidas. Ele jogou outras sete no Campeonato Brasileiro e as quatro que o time fez na Copa do Brasil.

De olho no mercado

Após perder peças importantes, como Nenê, Matheus Vital e Anderson Martins, o Vasco está de olho no mercado para reforçar o elenco. “O Vasco vai ao mercado. Precisa buscar. Não vamos especular esse ou aquele”, disse o vice-presidente de Futebol do clube Fred Lopes, logo após o empate sem gols diante do Flamengo, no último sábado (27). O dirigente diz que apesar da haver pressa em fazer a reposição, é preciso avaliar os nomes e leva-los até o técnico Zé Ricardo.

Chances no carioca e Libertadores

O empate em 0 a 0 com o Flamengo praticamente colocou um fim às possibilidades do Vasco de chegar às semifinais da Taça Guanabara.

Com quatro pontos em quatro jogos, o Cruz-Maltino é apenas o quinto colocado da chave e mesmo estando no momento apenas um ponto atrás do vice-líder Bangu, a situação é delicada.

Isso porque a Cabofriense, que ainda joga na rodada, também soma quatro pontos e se vencer nesta segunda-feira o lanterna Volta Redonda assumirá a vice-liderança com sete pontos e na próxima rodada jogará justamente contra o Bangu. Se o Voltaço vencer a Cabofriense, também chegará aos quatro pontos e na última rodada fará um confronto direto contra o próprio Vasco.

No entanto, a situação no campeonato carioca fica em segundo plano, uma vez que nesta quarta-feira(31), o time jogará no Chile, contra o Universidad de Concepción, pelo jogo de ida da segunda fase pré-grupos da Copa Libertadores da América. O jogo de volta está marcado para o dia 7, em São Januário. Se passar, a equipe de Zé Ricardo pegará na próxima fase Oriente Petrolero ou Jorge Wilstermann.