No dia em que finalmente a torcida do Santos pôde comemorar a chegada de um atacante – nesta quinta-feira (25) finalmente foi anunciado o retorno de Gabigol – uma notícia veiculada no mesmo dia pelo portal do jornal O Lance voltou a deixar os santistas preocupados e a equipe poderá perder mais um jogador [VIDEO]de ataque, desta vez para o Futebol da China.

Segundo a publicação, o atacante Bruno Henrique, artilheiro da equipe no último Campeonato Brasileiro, ao lado de Ricardo Oliveira, começou a receber sondagens de times do país asiático, porém até o momento não houve ainda qualquer tipo de oferta oficial pelo jogador.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Futebol

Apesar de ainda estar apenas no campo da especulação, [VIDEO] a informação já fez Denis Ricardo, empresário do atleta, buscar se reunir com a diretoria santista para tratar do futuro do jogador.

Lembrando que ele recebe salário abaixo do teto estipulado pelo clube.

“Pelo desempenho do Bruno, muitos clubes têm me procurado, recebo ligações a todo momento, mas ele é jogador do Santos”, disse o agente, lembrando ainda que não existe nada de concreto.

Bruno Henrique chegou ao Santos no início do ano passado, vindo do Wolfsburg, ao custo de 14 milhões de reais, no entanto, pessoas ligadas a nova diretoria santista revelaram que o valor não foi pago ao clube alemão em sua totalidade e o alvinegro teria que reaver essa dívida.

Dentro de campo o jogador tem correspondido e em sua primeira temporada com a camisa do Peixe marcou 18 gols em 53 partidas e ainda deu 12 assistências, tendo números superiores ao de Ricardo Oliveira e Lucas Lima. Esta temporada, no entanto, não começou bem. O jogador ficou menos de dez minutos em campo na estreia do Campeonato Paulista, precisando ser substituído após levar uma bolada no rosto, o que causou uma lesão no olho e o fez perder o jogo contra o Bragantino e também o tirou da partida desta quinta, contra a Ponte Preta, em Campinas.

Quer ficar

Quem também tem sido muito assediado é o colombiano Copete. O jogador, que recebeu propostas do Atlético Mineiro e também do Atlético Nacional, da Colômbia, clube pelo qual já jogou, disse que seu foco é o Santos. “Estou muito focado. O Santos foi o time que me deu a possibilidade de estar aqui no Brasil e vestir esse manto sagrado”, disse o jogador.

A sua permanência no time também foi um pedido do técnico Jair Ventura, que afirmou na ocasião querer contar com o jogador. E de fato ele vem sendo mesmo utilizado, tendo estado em campo nos dois primeiros jogos do Campeonato Paulista, contra Linense e Bragantino, e estar conformado para o duelo frente à Ponte Preta.