O setor de ataque tem sido aquele que mais tem movimentado as portas de entrada e saída de jogadores da Vila Belmiro. [VIDEO] No final do ano passado Ricardo Oliveira se transferiu para o Atlético Mineiro e Kayke voltou para o Japão. Já nesta quinta-feira (25), o clube acertou a volta de Gabriel Barbosa, o Gabigol, coincidentemente no mesmo dia em foram noticiados rumores em relação ao futuro de Bruno Henrique. Agora o time também está prestes a perder outro atacante, que prefere realizar período de testes em um time B europeu a ter que buscar seu espaço o tradicional alvinegro.

O meia-atacante Diogo Vitor, de apenas 20 anos, não vai renovar seu contrato com o Peixe.

O acordo atual é válido até março e sua renovação já estava encaminhada, porém seu empresário Willian Barile disse que o atleta irá acertar com o Real Madrid B um acordo de três meses, onde ficará em observação. O acordo com o time espanhol está sendo negociado por Wagner Ribeiro [VIDEO], outro agente do atleta.

O atrito dos agentes do atleta e o clube começaram quando de três funcionários da base do Peixe foram até a casa dos pais do jogador, e Três Corações, tratar diretamente do contrato do jogador, o que seus agentes classificaram como falta de ética. “Não gostei, porque estava falando da renovação com o Gustavo (Vieira, diretor executivo)”, disse Ribeiro em entrevista ao jornal santista “A Tribuna”.

O jogador deveria se reapresentar na próxima segunda-feira (29), juntamente com o restante do time B do Santos.

“Vamos esperar o contrato terminar, em abril, e já levá-lo para Europa, para adaptação num grande clube”, completou o agente, sem citar o time de Madrid.

Já Barile reforçou que a transferência do jogador não está sendo motivada por questões financeiras, lembrando que a China oferece sete vezes mais, porém o jogador se recusou a ir para lá, e sim por questões éticas. “Esse tipo de atitude eu não admito. Funcionário da base tem de respeitar a negociação, que já estava bem adiantada”. Ele também reforçou que a primeira opção do atacante era seguir no clube.

O Santos, por sua vez, acredita que os agentes estão tentando forçar a saída do jogador do clube. A diretoria só irá se pronunciar sobre o caso após conversar com o atleta.

Depois de vencer a Ponte Preta de virada, o Peixe volta a jogar pelo Campeonato Paulista neste domingo (28), às 19h30, quando fará seu primeiro jogo na temporada no estádio do Pacaembu. O adversário será o Ituano.